Síndrome de Guillain-Barré em associação temporal com a vacina influenza A

Síndrome de Guillain-Barré em associação temporal com a vacina influenza A

Título alternativo Guillain-Barré syndrome in temporal association with influenza A vaccine
Autor Ferrarini, Maria Aparecida G Autor UNIFESP Google Scholar
Scattolin, Mônica Ayres A Google Scholar
Masruha, Marcelo Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Resende, Maura Helena F Google Scholar
Santos, Isabel Cristina L. Dos Google Scholar
Iazzetti, Antônio Vladir Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To report a case of Guillain-Barré syndrome following influenza A (H1N1) 2009 vaccine. CASE DESCRIPTION: A four-year-old boy presented right thigh pain and ascending muscular weakness 15 days after the second dose of influenza A (H1N1) 2009 vaccine. The neurological examination revealed tetraparesis and areflexia. Electroneuromyography showed lower velocity and conduction blockage with small secondary axonal loss. Treated with intravenous immunoglobulin, the patient reached a plateau in the 4th day, followed by progressive muscular strength improvement. COMMENTS: The employment of large-scale influenza A (H1N1) 2009 vaccination and the preliminary reports from the American Surveillance Program suggest a significant association between Guillain-Barré syndrome and influenza A H1N1 2009 vaccination. All suspected cases of this association should be published for further evaluation. Vaccination remains the most effective method to prevent serious illness and death related to influenza.

OBJETIVO: Descrever um caso de síndrome de Guillain-Barré em associação temporal com a vacina influenza A (H1N1) 2009. DESCRIÇAO DO CASO: Menino de quatro anos com queixa inicial de dor em coxa direita e perda de força muscular ascendente 15 dias após a segunda dose da vacina influenza A (H1N1) 2009. Ao exame neurológico apresentava tetraparesia e arreflexia, com predomínio em membros inferiores. A eletroneuromiografia evidenciou redução da velocidade e bloqueio de condução neuronal, com discreta perda axonal secundária. Foi tratado com imunoglobulina por via intravenosa, atingiu platô no quarto dia de evolução da doença e, depois, houve melhora progressiva da força muscular. COMENTÁRIOS: Com o emprego em larga escala da vacina influenza A (H1N1) 2009 em nosso meio e os dados preliminares do sistema de vigilância norte-americano mostrando associação temporal significante com a síndrome de Guillain-Barré, recomenda-se a descrição dos casos suspeitos dessa associação. A vacina continua sendo o método mais efetivo para prevenir doença grave e morte por influenza.
Palavra-chave influenza vaccines
adverse effects
Guillain-Barre syndrome
influenza
prevention & control
vacinas contra influenza
efeitos adversos
síndrome de Guillain-Barré
influenza
prevenção & controle
Idioma Português
Data de publicação 2011-12-01
Publicado em Revista Paulista de Pediatria. Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 29, n. 4, p. 685-688, 2011.
ISSN 0103-0582 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade de Pediatria de São Paulo
Extensão 685-688
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822011000400033
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-05822011000400033 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6721

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-05822011000400033.pdf
Tamanho: 302.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta