Oropharyngeal examination as a predictor of obstructive sleep apnea: pilot study of gag reflex and palatal reflex

Oropharyngeal examination as a predictor of obstructive sleep apnea: pilot study of gag reflex and palatal reflex

Título alternativo Avaliação orofaríngea como preditor da apneia obstrutiva do sono: estudo piloto dos reflexos nauseoso e palatal
Autor Valbuza, Juliana Spelta Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Márcio Moysés de Autor UNIFESP Google Scholar
Conti, Cristiane Fiquene Autor UNIFESP Google Scholar
Prado, Lucila Bizari Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Luciane Bizari Coin de Autor UNIFESP Google Scholar
Prado, Gilmar Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Maranhão
Resumo Obstructive sleep apnea (OSA) has high prevalence and may cause serious comorbities. The aim of this trial was to show if simple noninvasive methods such as gag reflex and palatal reflex are prospective multivariate assessments of predictor variables for OSA. METHOD: We evaluate gag reflex and palatal reflex, of fifty-five adult patients, and their subsequent overnight polysomnography. RESULTS: Forty-one participants presented obstructive sleep apnea. The most relevant findings in our study were: [1] absence of gag reflex on patients with severe obstructive apnea (p=0.001); [2] absence of palatal reflex on moderate obstructive apnea patients (p=0.02). CONCLUSION: Gag reflex and palatal reflex, a simple noninvasive test regularly performed in a systematic neurological examination can disclose the impact of the local neurogenic injury associated to snoring and/or obstructive sleep apnea syndrome.

A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) possui alta prevalência e pode causar sérias comorbidades. O objetivo deste estudo foi mostrar se métodos não invasivos como os reflexos nauseoso e palatal podem ser avaliações prospectivas multivariadas preditoras para SAOS. MÉTODO: Avaliamos os reflexos palatal e nauseoso em 55 pacientes adultos, com exame polissonográfico subsequente. RESULTADOS: 41 pacientes apresentaram SAOS. Os achados mais relevantes em nosso estudo foram: [1] ausência do reflexo nauseoso em pacientes com SAOS grave (p=0,001); [2] ausência do reflexo palatal em pacientes com SAOS moderada (p=0,02). CONCLUSÃO: Os reflexos nauseoso e palatal, um simples exame não invasivo, aplicado em uma avaliação neurológica rotineira, pode revelar o impacto de lesões neurogênicas locais associadas ao ronco e/ou a SAOS.
Palavra-chave obstructive sleep apnea
OSA
gag reflex
palatal reflex
apneia obstrutiva do sono
SAOS
reflexo palatal
reflexo nauseoso
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-10-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 69, n. 5, p. 805-808, 2011.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 805-808
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2011000600015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000296347200015
SciELO S0004-282X2011000600015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6680

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2011000600015.pdf
Tamanho: 1.700MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta