Avaliação do efeito do tratamento de distúrbios temporomandibulares sobre o zumbido

Avaliação do efeito do tratamento de distúrbios temporomandibulares sobre o zumbido

Título alternativo Evaluating the effect of the temporomandibular disorder treatment over tinnitus
Autor Webster, Guilherme Google Scholar
Ikino, Cláudio Márcio Yudi Google Scholar
Salles, Bertholdo Werner Google Scholar
Lino, Aline Da Rocha Google Scholar
Manoel, Evandro Maccarini Autor UNIFESP Google Scholar
Carreirão Filho, Waldir Google Scholar
Instituição Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo
UFSC Departamento de Cirurgia
UFSC Departamento de Odontologia
Hospital Regional de São José Dr. Homero de Miranda Gomes
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: The interaction between tinnitus and temporomandibular disorders is a very complex issue that has been long approached, because neither the etiologic factors nor the pathogenesis of such a two-way association has been clearly defined yet. Additionally, tinnitus is known to be more prevalent in temporomandibular dysfunction individuals in comparison with the general population, hence, suggesting the existence of this two-way association. OBJECTIVE: Evaluate the effect of the temporomandibular disorder treatment when tinnitus is noticed. METHODS: It is about a prospective cohort study, in which temporomandibular dysfunction (TMD) individuals showing a tinnitus before and after the dental TMD treatment were studied. Patients' age, sex, and tinnitus features - place of symptom and time length were examined, and an audiometric evaluation was performed. Intensity of tinnitus was evaluated by a digital analogue scale before and after the TMD treatment. RESULTS: We evaluated 15 TMD and tinnitus patients aged between 37. 7±17. 1, 86. 7% of whom were female. In 60% of the cases, tinnitus was unilateral and the average time length was 24 months. In 5 (33. 3%) patients, a neurosensorial hearing loss was seen at audiometry. When comparing the visual analogue scale scores before and after the dental treatment, a significant decrease (p<0,001) in the intensity of tinnitus was evident. In 4 (26. 6%) patients, tinnitus disappeared. CONCLUSION: A significant decrease in the recognition of tinnitus by patients submitted to a temporomandibular dysfunction treatment was evident.

INTRODUÇÃO: A interação entre o zumbido e os distúrbios temporomandibulares é um tema que possui abordagem antiga e complexa, pois os fatores etiológicos, bem como a patogênese desta inter-relação ainda não são bem definidos. Ademais, sabe-se que o zumbido possui maior prevalência nos portadores de distúrbios temporomandibulares quando comparados com a população geral, o que sugere haver esta correlação. OBJETIVO: Avaliar o efeito do tratamento dos distúrbios temporomandibulares na percepção do zumbido. MÉTODO: Trata-se de um estudo de coorte, prospectivo, em que se estudaram pacientes portadores de distúrbios temporomandibulares (DTM) que apresentavam zumbido antes e após o tratamento odontológico do DTM. Os pacientes foram avaliados quanto à idade, sexo, caracterização do zumbido - local do sintoma e tempo de duração e avaliação auditiva através de audiometria. A intensidade do zumbido foi avaliada através de escala analógico-digital antes e após o tratamento dos DTM. RESULTADOS: Avaliamos 15 pacientes com DTM e zumbido, com idade média de 37,7±17,1 anos, sendo 86,7% do sexo feminino. Em 60% dos casos o zumbido era unilateral e a mediana do tempo de duração foi de 24 meses. Em 5 (33,3%) pacientes identificou-se perda auditiva neurossensorial a audiometria. Comparando-se os escores da escala analógico-visual antes e após o tratamento odontológico, verificou-se que houve redução significativa (p<0,001) da intensidade do zumbido. Em 4 (26,6%) pacientes houve desaparecimento do zumbido. CONCLUSÃO: Houve redução significativa na percepção do zumbido nos pacientes submetidos a tratamento das desordens temporomandibulares.
Palavra-chave hearing disorder
tinnitus
temporomandibular joint dysfunction
craniomandibular disorders
transtornos da audição
zumbido
transtornos da articulação temporomandibular
transtornos craniomandibulares
Idioma Português
Data de publicação 2011-09-01
Publicado em Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia. Fundação Otorrinolaringologia, v. 15, n. 3, p. 327-332, 2011.
ISSN 1809-4872 (Sherpa/Romeo)
Publicador Fundação Otorrinolaringologia
Extensão 327-332
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1809-48722011000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1809-48722011000300010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6613

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1809-48722011000300010.pdf
Tamanho: 149.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta