Sensibilidade do eletrocardiograma na hipertrofia ventricular de acordo com gênero e massa cardíaca

Sensibilidade do eletrocardiograma na hipertrofia ventricular de acordo com gênero e massa cardíaca

Título alternativo Electrocardiogram sensitivity in left ventricular hypertrophy according to gender and cardiac mass
Autor Colossimo, Ana P. Autor UNIFESP Google Scholar
Costa, Francisco de Assis Autor UNIFESP Google Scholar
Perez Riera, Andrés Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Bombig, Maria Teresa Nogueira Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Valter Correia Autor UNIFESP Google Scholar
Fonseca, Francisco Antonio Helfenstein Autor UNIFESP Google Scholar
Izar, Maria Cristina de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Luna Filho, Bráulio Autor UNIFESP Google Scholar
Souza, Dilma Autor UNIFESP Google Scholar
Póvoa, Rui Manuel dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: Several factors are known to interfere with electrocardiogram (ECG) sensitivity when diagnosing Left Ventricular Hypertrophy (LVH), with gender and cardiac mass being two of the most important ones OBJECTIVE: To evaluate the influence of gender on the sensitivity of some of the criteria used to detect LVH, according to the progression of ventricular hypertrophy degree. METHODS: According to gender and the degree of LVH at the echocardiogram, the patients were divided in three groups: mild, moderate and severe LVH. ECG sensitivity to detect LVH was assessed between men and women, according to the LVH degree. RESULTS: Of the 874 patients, 265 were males (30.3%) and 609, females (69.7%). The [(S + R) X QRS], Sokolow-Lyon, Romhilt-Estes, Perugia and strain criteria showed high discriminatory power in the diagnosis of LVH between men and women in the three groups with LVH, with a superior performance in the male population and highlighting the importance of the [(S + R) X QRS] and Perugia scores. Conclusion: The diagnostic sensitivity of the ECG increases with the cardiac mass. The examination is more sensitive in men, highlighting the importance of the [(S + R) X QRS] and Perugia scores. CONCLUSION: The diagnostic sensitivity of the ECG increases with the cardiac mass. The examination is more sensitive in men, highlighting the importance of the [(S + R) X QRS] and Perugia scores.

FUNDAMENTO: Sabe-se que vários fatores interferem na sensibilidade do Eletrocardiograma (ECG) no diagnóstico da Hipertrofia Ventricular Esquerda (HVE), sendo o gênero e a massa cardíaca alguns dos principais. OBJETIVO: Avaliar a influência do sexo na sensibilidade de alguns dos critérios utilizados para a detecção de HVE, de acordo com a progressão do grau de hipertrofia ventricular. MÉTODOS: De acordo com o gênero e com o grau de HVE ao ecocardiograma, os pacientes foram divididos em três grupos: HVE leve, moderada e severa. Avaliou-se a sensibilidade do ECG para detectar HVE entre homens e mulheres, conforme o grau de HVE. RESULTADOS: Dos 874 pacientes, 265 eram homens (30,3%) e 609, mulheres (69,7%). Os critérios [(S + R) X QRS], Sokolow-Lyon, Romhilt-Estes, Perúgia e padrão strain mostraram alto poder discriminatório no diagnóstico de HVE entre homens e mulheres nos três grupos de HVE, com desempenho superior na população masculina e destaque para os escores [(S + R) X QRS] e Perúgia. CONCLUSÃO: A sensibilidade diagnóstica do ECG é maior com o aumento da massa cardíaca. O exame é mais sensível entre homens, destacando-se os escores [(S + R) X QRS] e Perúgia.
Palavra-chave Electrocardiography
hypertrophy, left ventricular
hypertension
heart failure
gender identify
Eletrocardiografia
hipertrofia ventricular esquerda
hipertensão
insuficiência cardíaca
identidade de gênero
Idioma Português
Data de publicação 2011-09-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 97, n. 3, p. 225-231, 2011.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 225-231
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2011005000085
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000297311900013
SciELO S0066-782X2011001200007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6584

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X2011001200007-en.pdf
Tamanho: 2.451MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0066-782X2011001200007-pt.pdf
Tamanho: 4.125MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta