Validação da versão brasileira do questionário genérico de qualidade de vida short-form 6 dimensions (SF-6D Brasil)

Validação da versão brasileira do questionário genérico de qualidade de vida short-form 6 dimensions (SF-6D Brasil)

Título alternativo Validation of the brazilian version of the generic six-dimensional short form quality of life questionnaire (SF-6D Brazil)
Autor Campolina, Alessandro Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Bortoluzzo, Adriana Bruscato Google Scholar
Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto de Ensino e Pesquisa
Resumo OBJECTIVE: This study seeks to present the translation and validation of the SF-6D in the Brazilian context, based on the model and the version developed in the United Kingdom in 2002. METHODS: An observational and transversal study. The tools for assessing quality of life were applied, namely HAQ, SF-36, EQ-5D and SF-6D (2002 version). Descriptive statistics and correlation coefficients were used for data analysis. RESULTS: 200 patients with rheumatoid arthritis, with a mean age of 49.22 years, 11.16 years of disease and mean HAQ 1.02 were studied. Preferences measured by the SF-6D, the EQ-5D and the techniques of EVA, TTO and SG were found to correlate among themselves, with Pearson coefficients from 0.19 to 0.66 (p <0.01). Conclusion: The SF-6D Brazil questionnaire represents a valid option for assessing preferences on economic analysis conducted in Brazil.

OBJETIVO: O presente estudo tem por objetivo apresentar a tradução e a validação do questionário SF-6D (Short-Form 6 dimensions) para o contexto brasileiro, com base no modelo e na versão desenvolvida no Reino Unido em 2002. Métodos: Estudo observacional e transversal. Foram aplicados os instrumentos de avaliação de qualidade de vida: HAQ (Health Assessment Questionaire), SF-36, EQ-5D (EuroQol-5D) e SF-6D (versão de 2002). Estatísticas descritivas e coeficientes de correlação foram usados para a análise dos dados. RESULTADOS: Foram avaliados 200 pacientes portadores de artrite reumatóide, com média de idade de 49,22 anos, tempo medido de doença de 11,16 anos e HAQ médio de 1,02. As preferências mensuradas pelo SF-6D, pelo EQ-5D e pelas técnicas de EVA (escala visual analógica), TTO (time trade-off) e SG (standard gamble) apresentaram correlações significativas entre si, com coeficientes de Pearson variando de 0,19 a 0,66 (p < 0,01). CONCLUSÃO: O questionário SF-6D Brasil representa uma opção de questionário válido para a avaliação de preferências em análises econômicas realizadas em nosso meio.
Palavra-chave Rheumatoid arthritis
Quality of life
Health economics
Artrite reumatóide
Qualidade de vida
Economia da saúde
Idioma Português
Data de publicação 2011-07-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 16, n. 7, p. 3103-3110, 2011.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 3103-3110
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000800010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000293441300010
SciELO S1413-81232011000800010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6532

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232011000800010.pdf
Tamanho: 185.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta