Níveis de ruído na lavanderia de um hospital público

Níveis de ruído na lavanderia de um hospital público

Título alternativo Levels of noise in a public hospital laundry
Autor Silva, Monique Cantelli Da Google Scholar
Orlandi, Carolina Galoti Autor UNIFESP Google Scholar
Chang, Eliane Mi Autor UNIFESP Google Scholar
Siviero, Juliana Autor UNIFESP Google Scholar
Pinto, Meliane Melina Autor UNIFESP Google Scholar
Armellini, Patrícia Fernanda Staciarini Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Thássia Silva Dos Autor UNIFESP Google Scholar
Luz, Vívian Baptista Autor UNIFESP Google Scholar
Gil, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to measure the noise levels in different shifts of Hospital São Paulo's (HSP) laundry and provide information on health and hearing conservation to the employees and supervisors of the sector. METHODS: this is a descriptive transversal study. The noise levels were checked using a Sound Pressure Meter in the Clean Area of the laundry, in three periods of the day: morning (between 7am and 8am), afternoon (between 12pm and 1pm) and night (between 5pm and 6pm), in three different days and each measurement lasted five minutes. The examiners also checked the use of Personal Protection Equipment (PPE) by the employees. RESULTS: we observed 11 machines (skylarks, dryers and washers) in the sector, which contribute to an important variation of noise levels in the laundry (70 to 101 dB) in the checked periods. The use of PPE by employees was rare, observing the use by only six employees (12.76%). CONCLUSIONS: regardless of the shift, Hospital São Paulo laundry's employees, who do not effectively use PPEs, are daily exposed to high levels of sound pressure and as the number of machines in operation increased, the noise levels were also higher.

OBJETIVO: mensurar os níveis de ruído em diferentes turnos da lavanderia do Hospital São Paulo (HSP) e prestar esclarecimentos sobre a saúde e a conservação auditivas aos funcionários e supervisores do setor. MÉTODOS: trata-se de um estudo transversal descritivo. O ruído foi aferido por meio do medidor de pressão sonora na Área Limpa da lavanderia do HSP, em três períodos do dia: manhã (entre 7h e 8h), tarde (entre 12h e 13h) e noite (entre 17h e 18h), por três dias e cada medição durou cinco minutos. Observou-se o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) pelos funcionários em cada ambiente do hospital. RESULTADOS: observou-se 11 máquinas (calandras, secadoras e lavadoras) no setor, que contribuiu para uma variação importante dos níveis de ruído na lavanderia (70 a 101 dB) nos períodos aferidos. O uso de EPI pelos funcionários foi raro, tendo sido observada sua utilização por seis funcionários (12,76%). CONCLUSÃO: independente do turno, os funcionários da lavanderia do Hospital São Paulo, os quais não fazem uso efetivo de EPIs, estão expostos diariamente a elevados níveis de pressão sonora, e que quanto maior o número de máquinas em funcionamento, maior foi o nível de ruído aferido.
Palavra-chave Hearing Loss, Noise-Induced
Noise, Occupational
Health Facility Environment
Working Environment
Perda Auditiva Provocada por Ruído
Ruído Ocupacional
Ambiente de Instituições de Saúde
Ambiente de Trabalho
Idioma Português
Data de publicação 2011-06-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 13, n. 3, p. 472-478, 2011.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 472-478
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462010005000050
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462011000300010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6522

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462011000300010.pdf
Tamanho: 316.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta