Nível de ruído em sala de parto

Nível de ruído em sala de parto

Título alternativo Noise levels in the delivery room
Nivel de ruido en la sala de parto
Autor Oliveira, Fernanda Lima de Campos Google Scholar
Kakehashi, Tereza Yoshiko Google Scholar
Tsunemi, Miriam Harumi Google Scholar
Pinheiro, Eliana Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Escola de Terapias Orientais de São Paulo
Hospital das Clínicas de São Paulo Instituto de Radiologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This quantitative, descriptive, and exploratory study aimed to identify sound pressure levels and their sources in university hospital delivery rooms in Brazil. Data was collected between October, 2008, and July, 2009. A dosimeter was used to register noise and non-structured observation was used to identify noise sources. Noise and source observations were registered over 2928 minutes. Mean equivalent sound levels (Leq) were measured using Quest Suit software. Mean Leq values were identified as 69.6 dBA (± 3.69) during vaginal deliveries and 65.4 dBA (± 2.28) during cesarean deliveries. The most frequent noise source was conversation among professionals in the room. Considering the high levels of sound pressure and the sources, this study points out the need for intervention through educational programs among professionals and students to minimize noise and improve the care provided to the newborn and his/her family, as well as professional working conditions.

El presente estudio tuvo por objetivo identificar los niveles de presión acústica en salas de parto y las fuentes que producen ruido. Se trata de un estudio cuantitativo, descriptivo, exploratorio. La recolección de los datos se hizo de octubre de 2008 a julio de 2009. Se utilizó un decibelímetro para registrar los niveles de presión acústica y la observación no estructurada para identificar las fuentes generadoras de ruido. Se realizaron 2928 minutos de registros de ruido y observación. Los valores de niveles de presión acústica equivalentes (Leq), fueron calculados por el software Quest Suit. Se identificó Leq promedio de 69,6 dBA (± 3,69) en partos normales y 65,4 dBA (± 2,28) en cesáreas. El diálogo entre los profesionales fue la fuente más frecuente de ruido. Los niveles de presión sonora registrados son superiores a los recomendados por organismos especializados, y la principal fuente de ruido se relaciona con la conducta de los profesionales. Es necesario implementar programas educativos con el fin de minimizar el ruido y mejorar la atención del recién nacido, de su familia y las condiciones de trabajo.

Teve como objetivo identificar níveis de pressão sonora em salas de parto e fontes de ruído. Estudo quantitativo, descritivo, exploratório. Coleta de dados ocorreu de outubro de 2008 a julho de 2009. Utilizou-se um dosímetro para registrar os níveis de pressão sonora e a observação não-estruturada para identificar fontes geradoras. Realizaram-se 2.928 minutos de registros do ruído e observação de fontes. Valores de nível de pressão sonora equivalente (Leq) foram calculados pelo software Quest Suit. Identificou-se Leq médio de 69,6 dBA (± 3,69) em partos normais e 65,4 dBA (± 2,28) em cesáreas. Fonte mais frequente de ruído foi diálogo entre profissionais. Os níveis de pressão sonora estão acima dos recomendados pelos órgãos competentes e a principal fonte de ruído está relacionada ao comportamento dos profissionais. Faz-se necessário implementar programas educativos a fim de amenizar o ruído e melhorar a assistência ao neonato e família e as condições de trabalho.
Palavra-chave Noise
Humanized delivery
Newborn
Ruído
Parto humanizado
Recém-nascido
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2011-06-01
Publicado em Texto & Contexto - Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem , v. 20, n. 2, p. 287-293, 2011.
ISSN 0104-0707 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Extensão 287-293
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072011000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000304708200010
SciELO S0104-07072011000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6506

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-07072011000200010.pdf
Tamanho: 247.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta