Tracking Guarani songs: between villages, cities and worlds

Tracking Guarani songs: between villages, cities and worlds

Autor Macedo, Valéria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Fapesp
Resumo For the Guarani, songs are one of the primary channels for acquiring shamanic knowledge and agency. Since the 1990s, some song modalities have also played a leading role in inserting Mbya and Nhandeva Guarani living in Brazil s South and Southeast into the world of cultural events and projects. These songs are performed by child and youth choirs in shows and for CDs. My aim is to explore the shifts caused by the exhibition of these songs in relations with the jurua (whites). The strategy of cultural invisibility once prevalent among the Guarani has been somewhat overtaken by efforts to display Guarani culture , providing it with recognizable and valorizable contours, thereby enhancing the power of the songs as a way to be heard on both the vertical and horizontal planes of existence.

Entre os Guarani, os cantos correspondem a um dos principais veículos de aquisição de conhecimento e agência xamânica. Na década de 90, com a formação de corais de crianças e jovens, algumas modalidades de cantos vieram protagonizando a inserção dos Guarani Mbya e Nhandeva nas regiões Sul e Sudeste do país no mundo dos projetos e eventos culturais, com a multiplicação de CDs e apresentações. Meu propósito é dar relevo a controvérsias e a forte inflexão que correspondeu a veiculação desses cantos nas relações com os jurua (os brancos). A estratégia até então predominante entre os Guarani de invisibilidade cultural foi tensionada pelo empenho de figurar a cultura , de modo a dar-lhe contornos reconhecíveis e valorizáveis, potencializando nos cantos o dispositivo de se fazer ouvir, tanto no eixo vertical como horizontal da existência.
Palavra-chave Guarani songs
indigenous projects
culture
Guarani
cantos guarani
projetos indígenas
cultura
redes ameríndias
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-06-01
Publicado em Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology. Associação Brasileira de Antropologia (ABA), v. 8, n. 1, p. 377-410, 2011.
ISSN 1809-4341 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Antropologia (ABA)
Extensão 377-410
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1809-43412011000100014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1809-43412011000100014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6498

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1809-43412011000100014.pdf
Tamanho: 182.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta