Intraocular lens power calculation by measuring axial length with partial optical coherence and ultrasonic biometry

Intraocular lens power calculation by measuring axial length with partial optical coherence and ultrasonic biometry

Título alternativo Cálculo da dioptria da lente intraocular medindo o comprimento axial através de interferometria de coerência parcial ou biometria ultrassônica
Autor Fontes, Beatriz Machado Google Scholar
Fontes, Bruno Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Castro, Elaine Google Scholar
Instituição Centro de Microcirurgia e Diagnóstico
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Oftalmoclínica Méier
Resumo PURPOSE: To compare the achieved refractive outcomes of patients undergoing cataract surgery with intraocular lens (IOL) power calculation performed by conventional immersion ultrasound (US) or partial coherence interferometry (PCI). METHODS: Prospective, comparative case series. Patients undergoing cataract surgery were randomly divided in two groups with regard to the IOL power calculation method. Group 1 had calculations performed by PCI (IOL Master; Carl Zeiss Meditec), while US was used in Group 2 (Ultrascan; Alcon), using the Holladay 1 formula. Differences between target and achieved refractions were then compared. RESULTS: The study comprised 120 eyes from 79 patients. Biometry with PCI was used in 50 eyes of 33 patients, and US was used in 70 eyes of 46 patients. Mean age of patients in the PCI Group was 69.8 ± 13.1 years (range 11 - 85) and 70.0 ± 9.3 (45 - 86) in the US Group (P=0.7165). Mean axial length measured by PCI was 23.22 ± 1.00 mm (range 21.01 - 25.45) and that by US was 23.22 ± 1.06 mm (20.05 - 25.78) (P=0.9110). Mean absolute error in the PCI group was 0.15 ± 0.33 D (range -0.65 - 0.9) and that in the US group was 0.26 ± 0.48 D (-1.05 - 1.76). All eyes in the PCI group and 94.3% of those in the US group were within 1.00 D of the planned refraction. CONCLUSION: Although both PCI and US yielded good prediction in IOL power calculation, the PCI group tended to show better accuracy and improved refractive outcome.

OBJETIVO: Comparar os resultados refracionais obtidos em pacientes submetidos à cirurgia de catarata com cálculo da lente intraocular realizado por meio de biometria ultrassônica de imersão (US) ou por interferometria de coerência parcial (ICP). MÉTODOS: Série de casos comparativa, prospectiva. Os pacientes submetidos à cirurgia de catarata foram aleatoriamente divididos em dois grupos em relação ao método de cálculo do poder da lente intraocular (LIO) a ser implantada. O grupo 1 teve seu cálculo efetuado por ICP (IOL Master; Carl Zeiss Meditec), enquanto o grupo 2 usou-se US (Ultrascan; Alcon). A fórmula Holladay 1 foi utilizada nos dois grupos. As diferenças entre os resultados refracionais planejados e obtidos foram então comparadas. RESULTADOS: O estudo contou com 120 olhos de 79 pacientes. Biometria por meio de ICP foi utilizada em 50 olhos de 33 pacientes e com US em 70 olhos de 46 pacientes. A idade média dos pacientes no grupo 1 foi de 69,8 ± 13,1 anos e de 70,0 ± 9,3 anos no grupo 2 (P=0,7165). O comprimento axial médio aferido pela ICP foi de 23,22 ± 1,00 mm (variando de 21,01 a 25,45 mm) e no grupo US foi de 23,22 ± 1,06 mm (variando de 20,05 a 25,78 mm) (P=0,9110). O erro absoluto médio (diferença entre o planejado e o obtido) no grupo 1 foi de 0,15 ± 0,33 D (variando de -0,65 a 0,9 D) e no grupo 2 de 0,26 ± 0,48 D (variando de -1,05 a 1,76 D). Todos os olhos do grupo 1 e 94,3% dos olhos do grupo 2 obtiveram resultados refracionais de até 1,00 D de diferença do resultado refracional inicialmente planejado. CONCLUSÃO: Os dois métodos estudados mostraram boa previsibilidade refracional quando utilizados para o cálculo do poder da LIO. No entanto, o grupo que utilizou ICP mostrou uma tendência a melhor acurácia, com menos dispersão de resultados.
Assunto Diagnostic techniques, ophthalmological
Preoperative care
Cataract extraction
Lens implantation, intraocular
Refractive errors
Técnicas de diagnóstico oftalmológico
Cuidados pré-operatórios
Extração de catarata
Implante de lente intraocular
Erros de refração
Idioma Inglês
Data 2011-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 74, n. 3, p. 166-170, 2011.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 166-170
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492011000300004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492011000300004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6481

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492011000300004.pdf
Tamanho: 323.9Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)