Quality of life among the Brazilian adult population using the generic SF-8 questionnaire

Quality of life among the Brazilian adult population using the generic SF-8 questionnaire

Título alternativo Qualidade de vida da população adulta brasileira através do questionário SF-8
Autor Campolina, Alessandro Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Pinheiro, Marcelo de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The objective of this study was to assess the quality of life in the Brazilian adult population, based on the U.S. standard population. It involved a cross-sectional population-based study with probabilistic sampling of 2,420 individuals (725 men and 1695 women) aged 40 or more in different geographic regions of Brazil. A socio-demographic questionnaire and the SF-8 (Short Form-8) were administered in interview form. Descriptive statistics, analysis of variance, the Mann-Whitney test and Tukey's test were used in the analysis. Females, populations in the northeastern region, the population of the regions of Brasília (Distrito Federal), Campo Grande (Mato Grosso do Sul State) and Goiania (Goiás State), Brazil, demonstrated worse quality of life. Age, education and income had influence over quality of life domains. This study presents quality of life estimates for the Brazilian adult population, based on the SF-8 questionnaire. The mean values on the subscales and components of the SF-8 appeared to be influenced by gender, geographic region, family income, age and schooling.

Avaliar a qualidade de vida da população adulta brasileira, com base em normas populacionais norte-americanas. Estudo transversal de base populacional, por amostragem probabilística. Dois mil, quatrocentos e vinte indivíduos (725 homens e 1.695 mulheres) com idade de 40 anos ou mais foram avaliados em diferentes regiões geográficas brasileiras. Um questionário sociodemográfico e o SF-8 (Short Form-8) foram aplicados através de entrevista. Estatísticas descritivas, a análise de variância (ANOVA), o teste de Mann-Whitney e o teste de Tukey foram utilizados. O sexo feminino, a população da Região Nordeste e de Brasília (Distrito Federal), Goiânia (Goiás) e Campo Grande (Mato Grosso do Sul) apresentaram os piores níveis de qualidade de vida. A idade, a escolaridade e a renda familiar influenciaram negativamente vários domínios de qualidade de vida. O presente estudo apresenta estimativas de qualidade de vida, baseadas no SF-8, para a população adulta brasileira. As médias dos domínios e componentes sumários do SF-8 parecem sofrer influência do sexo, da região geográfica, da renda familiar, da idade e da escolaridade dos participantes.
Palavra-chave Quality of Life
Socioeconomic Survey
Demography
Health Status
Qualidade de Vida
Enquete Socioeconômica
Demografia
Nível de Saúde
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-06-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 27, n. 6, p. 1121-1131, 2011.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 1121-1131
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000600009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000292711400009
SciELO S0102-311X2011000600009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6464

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2011000600009.pdf
Tamanho: 94.35KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta