Impacto da doença crônica na qualidade de vida de idosos da comunidade em São Paulo (SP, Brasil)

Impacto da doença crônica na qualidade de vida de idosos da comunidade em São Paulo (SP, Brasil)

Título alternativo The impact of chronic disease on the quality of life of the elderly in São Paulo (SP, Brazil)
Autor Campolina, Alessandro Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Dini, Patrícia Skolaude Autor UNIFESP Google Scholar
Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this article is to evaluate the impact of chronic disease on the quality of life of elderly people living in São Paulo (SP, Brazil). METHODS: cross-sectional study of individuals over 60; application of a standardized questionnaire and the Short-Form 36 item questionnaire. Statistical analysis describes the clinical and demographic data and ANOVA was used for the correlation of the SF-36 domains with age and the number of morbidities. 353 individuals were evaluated. The mean age was 71.6 years, with 48.7% men and 51.3% women. The women presented the worst levels of quality of life in all domains evaluated. ANOVA revealed significant variation in the quality of life in several areas as the number of morbidities increased. The most compromised domain was physical aspects (p<0.05). The same analysis, applied to the average of the domains by age group, showed an inverse relation of Functional Capacity (p<0.05) with age. The increase in the number of morbidities and the increasing age significantly affect several areas of quality of life in the elderly. The SF-36 appears to be a valid instrument for assessing quality of life of the elderly Brazilian population.

O objetivo deste artigo é avaliar o impacto da doença crônica na qualidade de vida de idosos da comunidade no município de São Paulo (SP). Trata-se de um estudo transversal de indivíduos acima de 60 anos, com aplicação de um questionário clínico-demográfico padronizado e do questionário genérico de qualidade de vida Short-Form 36 items (SF-36). Foram feitas análise estatística descritiva dos dados clínicos e demográficos e análise de variância (ANOVA) para correlação das médias dos domínios do SF-36 com a idade e o número de morbidades. Avaliaram-se 353 indivíduos. A média de idade foi de 71,6 anos, com 48,7% de homens e 51,3% de mulheres. O sexo feminino apresentou os piores níveis de qualidade de vida em todos os domínios avaliados. A análise de variância revelou uma variação significativa da qualidade de vida, em vários domínios, conforme o aumento do número de morbidades. O domínio mais comprometido foi limitação por aspectos físicos (p<0,05). A mesma análise, aplicada às médias dos domínios por faixa etária, mostrou uma relação inversa do domínio capacidade funcional (p<0,05) com a idade. O aumento do número de morbidades e o aumento da idade influenciam de modo significativo vários domínios da qualidade de vida dos idosos. O SF-36 apresenta-se como um instrumento válido para a avaliação de qualidade de vida da população idosa brasileira.
Palavra-chave Quality of life
Elderly
Qualidade de Vida
Idoso
Idioma Português
Data de publicação 2011-06-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 16, n. 6, p. 2919-2925, 2011.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 2919-2925
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000600029
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-81232011000600029 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6463

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232011000600029.pdf
Tamanho: 172.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta