A contribuição dos estudos transculturais dos países latino-americanos e caribenhos para a revisão da CID-10: resultados preliminares

A contribuição dos estudos transculturais dos países latino-americanos e caribenhos para a revisão da CID-10: resultados preliminares

Título alternativo The contribution of Latin American and Caribbean countries on culture bound syndromes studies for the ICD-10 revision: key findings from a working in progress
Autor Razzouk, Denise Autor UNIFESP Google Scholar
Nogueira, Bruno Autor UNIFESP Google Scholar
Mari, Jair de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: This review aims to verify the scientific evidences for the inclusion of culture bound syndromes in the International Classification of Diseases towards its 11th edition based on studies from Latin American and Caribbean countries. METHOD: Studies were identified in Medline, LILACS and EMBASE databases for the period between 1992 and 2008, and then classified according to the type of study, to the mental disorder, country and number of publications per year. RESULTS: 163 studies were selected and classified: 33 in MedlLne, 90 in EMBASE e 40 in LILACS. The percentage of culture bound-syndrome corresponded to 9% in Medline, 12% in EMBASE e 2.5% in LILACS. Among fifteen studies on cultural bound syndromes, two were about nervios and ataque de nervios, two about susto, four about the relationship between religion beliefs, witchery, trance and mental disorders, one with a proposal for new diagnostic category, three about theoretic issues and three about the pathoplasty of mental disorders. CONCLUSION: The scarcity of studies on culture bound syndromes might be due to the indexation problems hindering the screening of studies; lack of interest on publishing such studies in indexed journals (publication bias) and due to difficulty to access them. There is no robust evidence identified among cross-cultural studies to recommend changes for International Classification of Diseases-11th edition.

OBJETIVO: Esta revisão visa identificar as evidências dos estudos de países da América Latina e do Caribe para a inclusão das síndromes transculturais na versão da Classificação Internacional de Doenças para sua 11ª Edição. MÉTODO: Os estudos foram identificados nas bases do Medline, LILACS e EMBASE, no período de 1992 a 2008, e classificados segundo o tipo de estudo, tipo de transtorno, país e número de publicações por ano. RESULTADOS: Foram selecionadas e classificadas 163 publicações: 33 no Medline, 90 no EMBASE e 40 no LILACS. A percentagem das síndromes transculturais (culture bound-syndrome) correspondeu a 9% no Medline, 12% no EMBASE e 2,5% no LILACS. Dos 15 estudos sobre síndromes transculturais, dois eram sobre nervios e ataque de nervios, dois sobre susto, quatro sobre a relação entre crenças religiosas, feitiçaria, transe e apresentação dos transtornos mentais, um sobre proposta de uma nova categoria diagnóstica, três artigos teóricos e três sobre psicopatoplastia dos transtornos mentais. CONCLUSÃO: A escassez de estudos sobre síndromes transculturais pode ter ocorrido pela dificuldade em rastrear os estudos por problema de indexação das publicações, falta de interesse em publicar tais estudos em periódicos indexados e a dificuldade de acesso às publicações. Dentre os estudos identificados, não há uma evidência clara que aponte quais modificações são necessárias nas classificações diagnósticas atuais.
Palavra-chave Latin America
Caribbean region
International Classification of Diseases
Mental disorders
Cross-cultural comparison
América Latina
Região do Caribe
Classificação Internacional de Doenças
Transtornos mentais
Comparação transcultural
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2011-05-01
Publicado em RAZZOUK, Denise; NOGUEIRA, Bruno; MARI, Jair de Jesus. A contribuição dos estudos transculturais dos países latino-americanos e caribenhos para a revisão da CID-10: resultados preliminares. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo , v. 33, supl. 1, p. s5-s12, maio 2011
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão s5-s12
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462011000500003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000293879000003
SciELO S1516-44462011000500003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6443

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-44462011000500003.pdf
Tamanho: 1.208MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1516-44462011000500003-pt.pdf
Tamanho: 1.567MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta