EFEITOS DA TELA DE POLITETRAFLUOROETILENO EXPANDIDO COLOCADA NO ESPAÇO PRÉ-PERITONEAL POR VIDEOLAPAROSCOPIA EM SUÍNOS

EFEITOS DA TELA DE POLITETRAFLUOROETILENO EXPANDIDO COLOCADA NO ESPAÇO PRÉ-PERITONEAL POR VIDEOLAPAROSCOPIA EM SUÍNOS

Autor Brandao, Sandra Crippa Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Saul Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Amaral, Daoiz Mendonza Do Google Scholar
Pias, Vicente Mariano Da Silva Google Scholar
Portella, Antônio Olívio Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Fundação Universidade do Rio Grande (FURG).
FURG
Resumo Twenty (20) Large White male pigs (n=20) divided in groups of ten were used to observe the effects produced by the use of expanded polytetrafluoroethylene (e-PTFE) mesh, in the preperitoneal space. The operative approach was the laparoscopic transabdominal technique. On one side, in the inguinal region, the preperitoneal space was dissected and the mesh was fixed. On the other side, as a control, the same procedure has been done without the utilization of mesh. The local parietal peritoneum was approximated with a polyglactin 910 continuous suture. The animals were submitted to euthanasia at the 7th and the 21th days of postoperative evolution. In the first group, one animal presented adhesion formation where the mesh was placed and, in the second group, there was also one animal with adhesion formation but in the control side. It was concluded that e-PTFE mesh did not incited significant adhesion formation when placed in the preperitoneal space in a swine model.

Com o objetivo de observar os efeitos produzidos pela tela de politetrafluoroetileno expandido (PTFE-e), no espaço pré-peritoneal, foram utilizados 20 suínos (n=20) da raça Large White, todos machos, distribuídos em dois grupos de dez animais. A técnica operatória utilizada foi a videolaparoscopia transabdominal. De um lado, na região inguinal, o espaço pré-peritoneal foi dissecado e a tela fixada; na região contralateral, oprocedimento foi o mesmo, sem a colocação da tela, servindo como controle. O peritônio parietal local foi aproximado com uma sutura contínua de poliglactina 910. A eutanásia foi realizada aos sete e vinte um dias de pós-operatório. No primeiro grupo, um animal apresentou aderência no local de implantação da tela e, no segundo grupo, um animal também apresentou aderência, mas no lado controle. Concluiu-se, baseado na presente pesquisa, que a tela de PTFE-e não provocou a formação de aderências, quando colocada no espaço pré-peritoneal em suínos.
Assunto Adhesion
Polytetrafluoroethylene
LaparoscopicSurgery
Swine
Aderências
Politetrafluoroetileno
Laparoscopia
Suínos
Idioma Português
Data 1998-07-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 13, n. 3, p. -, 1998.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86501998000300005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86501998000300005 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/644

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-86501998000300005.pdf
Tamanho: 394.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)