Estudo comparativo entre a classificação radiológica e análise macro e microscópica das lesões na osteoartrose do joelho

Estudo comparativo entre a classificação radiológica e análise macro e microscópica das lesões na osteoartrose do joelho

Título alternativo Comparative study between radiological classification and macro and microscopic analysis on osteoarthrotic lesions of the knee
Autor Garrido, Carlos Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Sampaio, Tania Clarete Fonseca Vieira Sales Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Frederico de Souza Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital São Bento Cardioclínica S/A Serviço de Residência
UFMG
Hospital São Bento Cardioclínica S/A
Resumo OBJECTIVES: To compare the modified Ahlbäck radiological classification with macroscopic analysis of knee injuries and locate a chondral lesion in the tibial plateau, and to correlate this with integrity or lack of integrity of the anterior cruciate ligament. MATERIAL AND METHODS: Between July and December 2009, 40 patients of mean age 67.1 years with an indication for total knee arthroplasty were selected. The modified Ahlbäck radiological classification was used. The International Cartilage Repair Society classification was used for macroscopic analysis of the lesions. Chondral injuries were correlated with the integrity or lack of integrity of the anterior cruciate ligament. RESULTS: Regarding the radiological classification of the knees, three (7.5%) were classified as grade 1, two (5%) as grade 2, 17 (42.5%) as grade 3, 16 (40%) as grade 4 and two (5%) as grade 5. The macroscopic analysis of the knee showed that 25 patients (62.5%) had very severe injury and 15 (37.5%), severe. In eight knees (20%) with ruptured ACL, the lesion extended to the posterior region of the medial tibial plateau. When the ACL was intact, the lesion was located in the anterior-central region. CONCLUSION: Knee osteoarthrosis of grades 4 and 5 in the radiological classification, showed agreement with the macroscopic analysis, i.e. very severe chondral injury. However, grades 1, 2 and 3 were discordant. In the cases of osteoarthrosis with intact ACL, the lesion was located in the anterior-central region of the medial tibial plateau, and those with ruptured ACL had the lesion extending to the posterior region of the plateau.

OBJETIVOS: Comparar a classificação radiológica de Ahlbäck modificada com a análise macroscópica das lesões do joelho e localizar a topografia da lesão condral no planalto tibial, relacionando-a com a integridade ou não do ligamento cruzado anterior. MÉTODOS: No período de julho a dezembro de 2009, foram selecionados 40 pacientes com indicação para artroplastia total do joelho; a média de idade foi de 67,1 anos. Quanto à classificação radiológica, foi utilizada a classificação de Ahlbäck modificada. Para análise macroscópica das lesões foi utilizada a classificação da International Cartilage Repair Society. As lesões condrais foram relacionadas com a integridade ou não do ligamento cruzado anterior. RESULTADOS: Quanto à classificação radiológica dos joelhos, três (7,5%) foram classificados como grau 1, dois (5%) como grau 2, 17 (42,5%) como grau 3, 16 (40%) como grau 4 e dois (5%) como grau 5. Em relação à análise macroscópica do joelho, 25 (62,5%) pacientes apresentaram lesão muito grave e 15 (37,5%), lesão grave. Nos oito joelhos (20%) com LCA rompido, a lesão se estendia para a região posterior do planalto tibial medial. Quando o LCA estava íntegro, a lesão estava localizada na região anterocentral. CONCLUSÃO: As osteoartroses dos joelhos, graus 4 e 5 na classificação radiológica, apresentaram concordância com a análise macroscópica, lesão condral muito grave. Já os graus 1, 2 e 3 foram discordantes. Nos casos de osteoartrose com LCA íntegro, a lesão localizou-se na região anterocentral do planalto tibial medial, e os com LCA rompido apresentaram extensão da lesão para a região posterior do planalto.
Palavra-chave Osteoarthritis
Knee
Pathology
Biopsy
Osteoartrite
Joelho
Patologia
Biópsia
Idioma Português
Data de publicação 2011-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 46, n. 2, p. 155-159, 2011.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 155-159
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162011000200007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162011000200007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6402

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-36162011000200007.pdf
Tamanho: 396.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta