Angiografia rotacional com reconstrução tridimensional (3D-RA) como ferramenta diagnóstica em pacientes com estenose da artéria do rim transplantado

Angiografia rotacional com reconstrução tridimensional (3D-RA) como ferramenta diagnóstica em pacientes com estenose da artéria do rim transplantado

Título alternativo Tridimensional rotational angiography (3D-RA) as a diagnostic tool for patients with transplant renal artery stenosis
Autor Souza, Rodrigo Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Barbosa, Adriano Henrique Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Pimentel, Leandro Caetano Autor UNIFESP Google Scholar
Furini, Fábio Rodrigo Autor UNIFESP Google Scholar
Sousa, José Marconi De Almeida Autor UNIFESP Google Scholar
Pestana, Jose Osmar Medina Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Valter Correia de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: Transplant renal artery stenosis (TRAS) is the major vascular complication associated to adverse events in patients with kidney grafts, whose incidence ranges from 1% to 23%. Angiography is the gold-standard for diagnosis, enabling immediate treatment; however, due to the variable anatomy and location of anastomosis, additional projections are often required, leading to greater exposure to contrast medium and radiation. Tridimensional rotational angiography (3D-RA) appears as a tool for diagnosis and treatment of TRAS. The aim of this paper was to evaluate the accuracy of measurements obtained by 3D-RA in comparison to conventional angiography. METHODS: From April, 2010 to January, 2011, 41 3D-RAs were performed in patients with clinical suspicion of TRAS. Images were analyzed by independent observers; conventional angiography measurements were obtained online and 3D-RA measurements were obtained offline with the Philips Allure 3D-RA software. RESULTS: Thirty-five 3D-RAs (84%) were considered adequate for angiographic measurements, and 20% provided additional and relevant information for the therapeutic strategy. There was no statistically significant difference between measurements obtained from the reference diameter and minimal luminal diameter of the artery using 3D-RA and conventional angiography. In addition, there was a strong correlation between them CONCLUSIONS: 3D-RA comes up as a useful tool for TRAS diagnosis, providing accurate measurements and complementary and relevant information for the diagnosis and treatment, in addition to potentially reducing procedure time and exposure to contrast and radiation.

INTRODUÇÃO: A estenose da artéria do rim transplantado (EART) é a principal complicação vascular associada a eventos adversos em pacientes portadores de enxerto renal, cuja incidência varia de 1% a 23%. A arteriografia é o padrão de referência para o diagnóstico, possibilitando tratamento imediato; porém, em decorrência da anatomia variável e da localização da anastomose, muitas vezes são necessárias projeções adicionais, levando a maior exposição ao contraste e à radiação. A angiografia rotacional com reconstrução tridimensional (tridimensional rotational angiography - 3D-RA) surge como ferramenta para o diagnóstico e o tratamento da EART. O objetivo deste estudo foi avaliar a acurácia das medidas obtidas pela 3D-RA, comparativamente à obtida pela angiografia convencional. MÉTODOS: De abril de 2010 a janeiro de 2011, foram realizadas 41 3D-RA em pacientes com alta suspeita clínica de EART. As imagens foram analisadas por observadores independentes, sendo as medidas da arteriografia convencional obtidas no momento do procedimento e as da 3D-RA, após o processamento das imagens pelo software Philips Allure 3D-RA. RESULTADOS: Foram analisadas 35 3D-RA (84%) consideradas adequadas para a realização das medidas angiográficas, das quais 20% contribuíram com informações adicionais relevantes para a estratégia terapêutica. Não houve diferença estatisticamente significante entre as medidas dos diâmetros de referência e luminal mínimo da artéria obtidas pela 3D-RA e pela angiografia convencional, além de ter havido forte correlação entre elas. CONCLUSÕES: A 3D-RA surge como ferramenta útil para o diagnóstico da EART, ao obter medidas acuradas, oferecer informações complementares e relevantes para o diagnóstico e tratamento, além de potencialmente reduzir o tempo do procedimento e a exposição ao contraste e à radiação.
Palavra-chave Angiography
Kidney transplantation
Renal artery obstruction
Angiografia
Transplante de rim
Obstrução da artéria renal
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Cardiologia Invasiva. Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI, v. 19, n. 1, p. 78-83, 2011.
ISSN 2179-8397 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI
Extensão 78-83
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2179-83972011000100014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2179-83972011000100014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6380

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2179-83972011000100014.pdf
Tamanho: 803.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta