Síndrome de Klippel-Trenaunay-Weber: associação do tratamento operatório à escleroterapia por espuma

Síndrome de Klippel-Trenaunay-Weber: associação do tratamento operatório à escleroterapia por espuma

Título alternativo Klippel-Trenaunay-Weber Syndrome: association of operative treatment with foam sclerotherapy
Autor Flumignan, Ronald Luiz Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Cacione, Daniel Guimarães Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes, Silvia Iglesias Autor UNIFESP Google Scholar
Clezar, Caroline Nicacio Bessa Autor UNIFESP Google Scholar
Queiroz, Carolina Dutra Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira-filho, Aécio Rubens Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Barros Junior, Newton de Autor UNIFESP Google Scholar
Miranda Jr, Fausto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The Klippel-Trenaunay-Weber Syndrome is the association of hemangioma, venous ectasia, and hypertrophy of the affected body segment. We report the case of a 39-year-old male followed-up since 1993 due to onset of symptoms in the left lower limb. He was treated only with the use of elastic stockings and general measures. Over the years, he had worsening of venous stasis, of bone hypertrophy, and of skin hyperpigmentation. Color-coded Doppler ultrasonography of the lower limbs showed patency of the deep venous system, venous overflow, segmentar insufficiency of the greater saphenous vein with signs of thrombophlebitis, and insufficient tributary veins. In order to improve venous stasis, ligation of the left sapheno-femoral junction and retrograde foam sclerotherapy (polidocanol 3%) with resection of tributary veins were performed. The patient was discharged in the first postoperative day and has been followed as an outpatient, presenting significant improvement of the symptoms.

A Síndrome de Klippel-Trenaunay-Weber representa a associação de hemangiomas planos, ectasias venosas e hipertrofia do segmento corpóreo afetado. Apresenta-se o caso de um paciente de 39 anos, sexo masculino, seguido desde 1993 no serviço da Disciplina de Cirurgia Vascular da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), por quadro inicial da síndrome em membro inferior esquerdo. O paciente foi tratado apenas por elastocompressão e medidas gerais. Neste período, ele evoluiu com piora da estase venosa, da hipertrofia óssea e da hiperpigmentação de pele. Na ultrassonografia Doppler colorida venosa dos membros inferiores havia perviedade do sistema venoso profundo, hiperfluxo venoso, insuficiência segmentar de veia safena magna com sinais de tromboflebite e tributárias insuficientes. Indicou-se, para a melhora da estase venosa, ligadura da junção safeno-femoral esquerda e escleroterapia (polidocanol 3%) retrógrada da mesma, com exérese das ectasias venosas. O paciente recebeu alta hospitalar no primeiro dia pós-operatório e atualmente está em acompanhamento ambulatorial com melhora significativa dos sintomas.
Palavra-chave Varicose veins
sclerotherapy
Klippel-Trenaunay-Weber Syndrome
sclerosing solutions
Varizes
escleroterapia
Síndrome de Klippel-Trenaunay-Weber
soluções esclerosantes
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-01
Publicado em Jornal Vascular Brasileiro. Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), v. 10, n. 1, p. 77-80, 2011.
ISSN 1677-5449 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV)
Extensão 77-80
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492011000100015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1677-54492011000100015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6340

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1677-54492011000100015.pdf
Tamanho: 1.227MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta