Retratos da informalidade: a fragilidade dos sistemas de proteção social em momentos de infortúnio

Retratos da informalidade: a fragilidade dos sistemas de proteção social em momentos de infortúnio

Título alternativo Informality portraits: the fragility of social protectionist systems in misfortune situations
Autor Cockell, Fernanda Flávia Autor UNIFESP Google Scholar
Perticarrari, Daniel Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de São Carlos
Resumo The research has as the objective to study the strategies and social networks used by informal workers in misfortune situations. We interviewed sixteen workers of the buildings' construction sector of São Carlos (São Paulo, Brazil). We tried to understand how they deal with working capacity reduction inside a precariousness context and how they perceive these situations. The qualitative analysis shows that most of them have financial difficulties to acquire private forms of protection. We could infer that informal social networks are essential for them deal to periods of working incapacity. Moreover the nuclear and extended family supports and religious networks are predominating.

A pesquisa teve como objetivo estudar as estratégias e redes sociais utilizadas por trabalhadores informais em situações de infortúnio. Foram entrevistados dezesseis trabalhadores da construção de edificações de São Carlos (SP). Procuramos entender como esses trabalhadores lidam com a perda da capacidade de trabalho diante do contexto de precariedade e como percebem tais situações. As análises qualitativas apontam que a maior parte dos entrevistados encontra dificuldades financeiras para adquirir formas privadas de proteção. Os resultados mostram que as redes sociais informais são fundamentais no enfrentamento dos períodos de incapacidade laboral, prevalecendo os apoios da família nuclear e extensa e das redes formadas na identificação religiosa.
Palavra-chave Informality
Social networks
Social protection
Misfortune
Working incapacity
Informalidade
Redes sociais
Proteção social
Infortúnio
Incapacidade laboral
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2011-03-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 16, n. 3, p. 1709-1718, 2011.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 1709-1718
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000289857800008
SciELO S1413-81232011000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6332

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232011000300008.pdf
Tamanho: 173.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta