Relationship between fluid-attenuated inversion-recovery (FLAIR) signal intensity and inflammatory mediator's levels in the hippocampus of patients with temporal lobe epilepsy and mesial temporal sclerosis

Relationship between fluid-attenuated inversion-recovery (FLAIR) signal intensity and inflammatory mediator's levels in the hippocampus of patients with temporal lobe epilepsy and mesial temporal sclerosis

Título alternativo Correlação da intensidade do sinal em FLAIR e os níveis de mediadores inflamatórios no hipocampo de pacientes com epilepsia do lobo temporal e esclerose mesial temporal
Autor Varella, Pedro Paulo Vasconcellos Autor UNIFESP Google Scholar
Santiago, Joselita Ferreira Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Carrete Junior, Henrique Autor UNIFESP Google Scholar
Higa, Elisa Mieko Suemitsu Autor UNIFESP Google Scholar
Yacubian, Elza Márcia Targas Autor UNIFESP Google Scholar
Centeno, Ricardo Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Caboclo, Luís Otávio Sales Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Castro Neto, Eduardo Ferreira de Autor UNIFESP Google Scholar
Canzian, Mauro Google Scholar
Amado, Débora Autor UNIFESP Google Scholar
Cavalheiro, Esper Abrão Autor UNIFESP Google Scholar
Naffah-Mazzacoratti, Maria da Graca Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
University of São Paulo Hearth Institute
Resumo We investigated a relationship between the FLAIR signal found in mesial temporal sclerosis (MTS) and inflammation. Twenty nine patients were selected through clinical and MRI analysis and submitted to cortico-amygdalo-hippocampectomy to seizure control. Glutamate, TNFα, IL1, nitric oxide (NO) levels and immunostaining against IL1β and CD45 was performed. Control tissues (n=10) were obtained after autopsy of patients without neurological disorders. The glutamate was decreased in the temporal lobe epilepsy (TLE) -MTS group (p<0.001), suggesting increased release of this neurotransmitter. The IL1β and TNFα were increased in the hippocampus (p<0.05) demonstrating an active inflammatory process. A positive linear correlation between FLAIR signal and NO and IL1β levels and a negative linear correlation between FLAIR signal and glutamate concentration was found. Lymphocytes infiltrates were present in hippocampi of TLE patients. These data showed an association between hippocampal signal alteration and increased inflammatory markers in TLE-MTS.

Este estudo foi delineado para investigar a presença de relação entre a intensidade de sinal em FLAIR e níveis de citocinas, óxido nítrico (NO) e glutamato no hipocampo de pacientes com epilepsia do lobo temporal refratária, associada com esclerose mesial (TLE-MTS). Vinte e nove pacientes foram selecionados através de análise clínica e de ressonância magnética (RM) que foram submetidos a cortico-amigdalo-hipocampectomia para o controle das crises. Os níveis de glutamato foram avaliados por HPLC, as citocinas TNFα e IL1β por ELISA e os níveis de NO via NO system. Avaliamos também por imuno-histoquímica a expressão de IL1β e CD45 em tecidos controles e com esclerose. Tecido controle foi obtido após autópsia de indivíduos mortos sem disfunções inflamatórias e neurológicas (n=10). A concentração de glutamato se mostrou reduzida no tecido TLE-MTS (p<0,001) sugerindo aumento na liberação desse neurotransmissor. TNFα e IL1β também apresentaram níveis elevados no hipocampo dos pacientes (p<0,05), demonstrando um processo inflamatório crônico. Houve uma correlação linear positiva entre a intensidade do sinal em FLAIR e os níveis de NO e IL1β. Em contraste, uma correlação linear negativa foi encontrada entre a intensidade do sinal em FLAIR e níveis de glutamato no hipocampo com esclerose. Infiltrado linfocitário hipocampal também foi visualizado pela imuno-marcação com CD45 em pacientes com TLE-MTS. Esses dados mostraram uma associação entre alteração de sinal na RM e marcadores inflamatórios em pacientes com TLE-MTS.
Palavra-chave FLAIR hippocampal signal
cytokines
NO
glutamate and hippocampal sclerosis
sinal hipocampal em FLAIR
citocinas
NO
glutamato
esclerose hipocampal
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-02-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 69, n. 1, p. 91-99, 2011.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 91-99
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2011000100018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000287809600018
SciELO S0004-282X2011000100018 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6317

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2011000100018.pdf
Tamanho: 2.074MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta