Avaliação do nível de conhecimento sobre fibromialgia entre usuários da internet

Avaliação do nível de conhecimento sobre fibromialgia entre usuários da internet

Título alternativo Assessing knowledge on fibromyalgia among internet users
Autor Moretti, Felipe Azevedo Autor UNIFESP Google Scholar
Heymann, Roberto Ezequiel Google Scholar
Marvulle, Valdecir Google Scholar
Pollak, Daniel Feldman Autor UNIFESP Google Scholar
Riera, Rachel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do ABC
Centro Cochrane
Resumo OBJECTIVE: To assess knowledge on fibromyalgia in a sample of patients, their families, and professionals interested on the theme from some Brazilian states. METHODS: Analysis of the results of an electronic fibromyalgia knowledge questionnaire completed by 362 adults who had access to the the support group for fibromyalgia site (www.unifesp.br/grupos/fibromialgia). The answers were grouped according to age, sex, years of schooling, and type of interest in the condition. RESULTS: 92% of the responders were women and 62% had higher educational level. The worst results were observed in the joint protection and energy conservation domain, followed by the medication in fibromyalgia domain. The best results were recorded in the exercises in fibromyalgia domain. The answers differed significantly between sexes, and women achieved a higher percentage of correct answers. The female sex accounted for a statistically superior result in five statistical analyses (four questions and one domain). CONCLUSIONS: The study suggests the need for a strategic planning for an educational approach to fibromyalgia in Brazil

OBJETIVO: Analisar o nível de conhecimento sobre fibromialgia em uma amostra incluindo pacientes, familiares e profissionais de vários estados do Brasil. MÉTODOS: Análise dos resultados de 362 adultos que acessaram o site do Grupo de Apoio à Fibromialgia (www.unifesp.br/grupos/fibromialgia) e responderam a um questionário eletrônico de conhecimento sobre a síndrome. As respostas foram avaliadas em relação a idade, sexo, nível de escolaridade e tipo de interesse no Grupo. RESULTADOS: 92% eram mulheres e 62% haviam completado o ensino superior. O pior resultado foi no domínio proteção articular e conservação de energia, seguido pelo domínio conhecimento sobre medicação. O melhor resultado ocorreu no domínio exercícios para fibromialgia. Houve diferença significativa entre os gêneros, sendo as mulheres responsáveis por um porcentual maior de acertos. O gênero feminino foi responsável por um resultado estatisticamente superior em cinco análises estatísticas (quatro perguntas e um domínio). CONCLUSÕES: O estudo sugere a necessidade de um planejamento estratégico para ações educativas sobre fibromialgia no Brasil
Palavra-chave fibromyalgia
knowledge
education
internet
fibromialgia
educação
conhecimento
internet
Idioma Português
Data de publicação 2011-02-01
Publicado em MORETTI, Felipe Azevedo et al . Avaliação do nível de conhecimento sobre fibromialgia entre usuários da internet. Rev. Bras. Reumatol., São Paulo , v. 51, n. 1, p. 13-19, fev. 2011.
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 13-19
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042011000100002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000306258100002
SciELO S0482-50042011000100002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6299

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0482-50042011000100002.pdf
Tamanho: 486.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0482-50042011000100002-pt.pdf
Tamanho: 273.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta