Adiposidade em adolescentes e obesidade materna

Adiposidade em adolescentes e obesidade materna

Título alternativo Relationship between maternal obesity and adiposity in adolescents
Autor Frutuoso, Maria Fernanda Petroli Autor UNIFESP Google Scholar
Bovi, Ticiane Gonçalez Google Scholar
Gambardella, Ana Maria Dianezi Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade São Francisco Departamento de Ciências da Saúde
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo OBJECTIVE: This study aimed to describe the relationship between teenager's adiposity and maternal obesity. METHODS: A cross-sectional study was done with 660 teenagers aged 8 to 18 years, of both genders, students of private and public schools of São Paulo. The data were collected by interviews, anthropometric measurements and food intake records. Teenagers' adiposity was determined by body mass index and regression analyses was used to verify its relationship with maternal obesity adjusted for gender, age, stage of sexual development, energy intake, physical activity, sedentary lifestyle, birth weight and mother's education level. RESULTS: Most (64.7%) of the teenagers were female. The mean age was 12.4 years (SD=1.80), aged 8 to 17 years. The prevalence of obesity and overweight was higher in boys. No statistical difference was found between nutritional status and gender. After the adjustments, the data show that children of obese mothers were 4 times more likely to be at risk of obesity than children of normal weight mothers. CONCLUSION: Maternal obesity is a great risk factor for adolescent obesity.

OBJETIVO: Descrever a relação entre adiposidade na adolescência e obesidade materna. MÉTODOS: Foi realizado estudo transversal com 660 indivíduos de 8 a 18 anos, de ambos os sexos, matriculados em uma escola pública e outra privada do município de São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista, medidas antropométricas e inquérito alimentar. A adiposidade na adolescência foi mensurada a partir do índice de massa corporal e, por meio de análise de regressão, verificou-se sua relação com a obesidade materna, ajustada por sexo, idade, estágio de maturação sexual, valor energético total da dieta, atividade física, sedentarismo, peso ao nascer e escolaridade materna. RESULTADOS: Dos adolescentes estudados, 64,7% eram do sexo feminino. A média (desvio-padrão) de idade foi de 12,4 (1,80), variando de 8 a 17 anos. Verificou-se maior prevalência de excesso de peso e obesidade entre os indivíduos do sexo masculino, não sendo observada associação significativa entre estado nutricional e sexo. Após ajuste pelas covariáveis, detectou-se que filhos de mães obesas têm risco quatro vezes maior de ser obesos, quando comparados aos adolescentes filhos de mães não obesas. CONCLUSÃO: Conclui-se que a obesidade materna representa fator de risco importante para o desenvolvimento da obesidade na adolescência.
Palavra-chave Adolescent
Risk factors
Mothers
Obesity
Adolescência
Fatores de risco
Mães
Obesidade
Idioma Português
Data de publicação 2011-02-01
Publicado em FRUTUOSO, Maria Fernanda Petroli; BOVI, Ticiane Gonçalez e GAMBARDELLA, Ana Maria Dianezi. Adiposidade em adolescentes e obesidade materna. Rev. Nutr. [online]. 2011, vol.24, n.1, pp.5-15
ISSN 1415-5273 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Extensão 5-15
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732011000100001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000291061800001
SciELO S1415-52732011000100001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6285

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1415-52732011000100001.pdf
Tamanho: 340.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta