In vitro effect of 470 nm LED (Light Emitting Diode) in keloid fibroblasts

In vitro effect of 470 nm LED (Light Emitting Diode) in keloid fibroblasts

Título alternativo Efeito in vitro do LED (Light Emitting Diode) de 470 nm em fibroblastos de quelóide
Autor Bonatti, Silvilena Autor UNIFESP Google Scholar
Hochman, Bernardo Autor UNIFESP Google Scholar
Tucci-Viegas, Vanina Monique Autor UNIFESP Google Scholar
Furtado, Fabianne Autor UNIFESP Google Scholar
Pinfildi, Carlos Eduardo Autor UNIFESP Google Scholar
Pedro, Ana Carolina Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To quantify keloid fibroblasts after irradiation with 470nm blue LED, in vitro. Methods: Fibroblasts from keloid and adjacent skin have been obtained from 6 patients. Cells have been cultivated and maintained in DMEM culture medium. In Petri dishes, they were irradiated with energy doses of 6J, 12J and 18J. After 24 h, counting was done by the average of the triplicates for each sample. Results: There were no significant differences in the number of irradiated keloid fibroblasts at the studied doses (p=0.261). In adjacent skin fibroblasts, differences were observed (p=0.025) concerning the doses of 18 J and 6 J (p=0.03). Conclusions: There was a reduction in the number of adjacent skin fibroblasts irradiated with 470nm blue LED at the energy dose of 18 J compared to the ones irradiated at the energy dose of 6 J. There were no changes in keloid fibroblasts counting at any of the doses applied, 24 h after irradiation.

Objetivo: Quantificar fibroblastos de quelóide após irradiação com LED azul de 470nm, in vitro. Métodos: Foram obtidos fibroblastos de quelóide e pele adjacente, de seis pacientes. As células foram cultivadas e mantidas em meio de cultura DMEM. Em placas de Petri, receberam irradiação com doses de energia de 6J, 12J e 18J. Após 24 horas a contagem foi feita pela média da triplicata para cada amostra. Resultados: Não houve diferença na quantidade de fibroblastos de quelóide irradiados nas doses estudadas (p=0,261). Observou-se diferença nos fibroblastos de pele adjacente (p=0,025), com relação às doses de 18 J e 6 J (p=0,03). Conclusões: Houve redução dos fibroblastos de pele adjacente irradiados com LED azul de 470 nm na dose de energia de 18 J em relação à dose de 6 J. Não houve alteração na quantidade de fibroblastos de quelóide nas doses aplicadas após 24 horas da irradiação.
Assunto Fibroblasts
Keloid
Phototherapy
Lasers
Skin
Laser Therapy, Low-Level
Fibroblastos
Quelóide
Fototerapia
Lasers
Pele
Terapia a Laser de Baixa Intensidade
Idioma Inglês
Data 2011-02-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 26, n. 1, p. 25-30, 2011.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 25-30
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502011000100006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000286601300006
SciELO S0102-86502011000100006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6271

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-86502011000100006.pdf
Tamanho: 261.5Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)