Percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções de Terapia Ocupacional em Saúde Mental em hospital universitário

Percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções de Terapia Ocupacional em Saúde Mental em hospital universitário

Título alternativo Perceptions of professional nurses about occupational therapy interventions in mental health at a university hospital
Percepciones de profesionales de enfermería sobre intervenciones de Terapia Ocupacional en Salud Mental en hospital universitario
Autor Tedesco, Solange Autor UNIFESP Google Scholar
Citero, Vanessa de Albuquerque Autor UNIFESP Google Scholar
Nogueira-Martins, Maria Cezira Fantini Google Scholar
Nogueira-Martins, Luiz Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To identify the perceptions of professional nurses on group interventions by occupational therapists in mental health with patients admitted to a university hospital. METHODS: A qualitative study of the type described. The notes of the coordinators of occupational therapy groups were analyzed in relation to the interviews held with a professional and technical nursing staff that participated in the occupational therapy intervention group for a period of two years. The results were analyzed using the collective subject discourse (DSC) method. RESULTS: We identified four central ideas of the DSC: occupational therapy as favoring integrated care, valuing the subject and his experience, the occupational therapy process to help and care for their own team, the occupational therapy group as a space of resonance and facilitation of the management with the patient because of the perception of relational aspects. CONCLUSION: The strategies were perceived, either as promoters of the reorganization of the life situation experienced by the patient on admission, or as learning opportunities and support for nursing staff.

OBJETIVO: Conocer las percepciones de profesionales de enfermería sobre intervenciones grupales de Terapia Ocupacional en Salud Mental realizadas con pacientes internados en un hospital universitario. MÉTODOS: Estudio de abordaje cualitativo del tipo descrito. Las anotaciones de las coordinadoras de los grupos de Terapia Ocupacional fueron analizadas en relación a las entrevistas abiertas junto a n enfermeras y n técnicos de enfermería que participaron de las intervenciones grupales de Terapia Ocupacional por el período de dos años. Las respuestas fueron sometidas al análisis de Discurso del Sujeto Colectivo (DSC). RESULTADOS: Se identificaron cuatro ideas centrales del DSC: la Terapia Ocupacional como favorecedora del cuidado integrado, valorizando al sujeto y su experiencia; la terapia ocupacional como proceso de ayuda y cuidado para el equipo; el grupo de Terapia Ocupacional como espacio de resonancia y facilitación en el manejo del paciente en razón de la percepción de aspectos relacionales. CONCLUSIÓN: Las estrategias fueron percibidas, tanto como promotoras de la reorganización de la situación vivida por el paciente en el internamiento, así como oportunidades de enseñanza y apoyo para el equipo de enfermería.

OBJETIVO: Conhecer as percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções grupais de Terapia Ocupacional em Saúde Mental realizadas com pacientes internados em um hospital universitário. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa do tipo descrito. As anotações das coordenadoras dos grupos de Terapia Ocupacional foram analisadas em relação às entrevistas abertas junto a n enfermeiras e n técnicos de enfermagem que participaram das intervenções grupais de Terapia Ocupacional pelo período de dois anos. As respostas foram submetidas à análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). RESULTADOS: Foram identificadas quatro ideias centrais do DSC: a Terapia Ocupacional como favorecedora do cuidado integrado, valorizando o sujeito e sua experiência; a terapia ocupacional como processo de ajuda e cuidado para a própria equipe; o grupo de Terapia Ocupacional como espaço de ressonância e facilitação no manejo com o paciente em razão da percepção de aspectos relacionais. CONCLUSÃO: As estratégias foram percebidas, quer como promotoras da reorganização da situação vivida pelo paciente na internação, quer como oportunidades de ensino e apoio para a equipe de enfermagem.
Palavra-chave Occupational therapy
Mental health
Nursing team
Hospital care
Inpatients
Hospital, teaching
Terapia ocupacional
Saúde mental
Equipes de Enfermagem
Assistência hospitalar
Pacientes internados
Hospitais de ensino
Idioma Português
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 24, n. 5, p. 645-649, 2011.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 645-649
Fonte http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002011000500021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000298722600008
SciELO S0103-21002011000500008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6249

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002011000500008-en.pdf
Tamanho: 146.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0103-21002011000500008-pt.pdf
Tamanho: 146.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta