Inventário de Depressão de Beck (BDI) e Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton (HAM-D) em pacientes com epilepsia

Inventário de Depressão de Beck (BDI) e Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton (HAM-D) em pacientes com epilepsia

Título alternativo Beck Depression Inventory (BDI) and Hamilton Rating Scale for Depression (HAM-D) in patients with epilepsy
Autor Oliveira, Guilherme Nogueira M. de Google Scholar
Araujo Filho, Gerardo Maria de Autor UNIFESP Google Scholar
Kummer, Arthur Google Scholar
Salgado, João Vinícius Google Scholar
Portela, Eduardo Jardel Google Scholar
Sousa-Pereira, Sílvio Roberto Google Scholar
Teixeira, Antonio Lúcio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Minas Gerais Serviço de Neurologia Hospital das Clínicas
Hospital Felício Rocho Núcleo Avançado de Tratamento das Epilepsias
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Estado de São Paulo Laboratório Interdisciplinar de Neurociências Clínicas
Universidade Federal de Minas Gerais
Resumo OBJECTIVE: To determine cutoff points of highest sensitivity and specificity on the Beck Depression Inventory (BDI) and Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D) for depression diagnosis in epilepsy. METHODS: Seventy-three patients from a referral center for the treatment of epilepsy underwent neuropsychiatric evaluation. We collected clinical and socio-demographic data, and applied the following instruments: Structured Clinical Interview (MINI-PLUS) for psychiatric diagnosis according to DSM-IV, HAM-D and BDI. RESULTS: At assessment, 27.4% of the patients were depressed and 37% met diagnostic criteria for lifetime major depression. The ROC curve analysis indicated that a score > 16 on the BDI (94.4% sensitivity, 90.6% specificity) and > 16 on the HAM-D (95% sensitivity, 75.5% specificity) revealed great dichotomy between depressed and nondepressed patients. Both instruments showed a negative predictive value exceeding 95%. CONCLUSION: The frequency of major depression is elevated in patients with epilepsy. BDI and HAM-D can help physicians in the identification of depression in epilepsy, reducing its underdiagnosis.

OBJETIVO: Determinar os pontos de melhor sensibilidade e especificidade do Inventário de Depressão de Beck (BDI) e da Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton (HAM-D) no diagnóstico de depressão associada à epilepsia. MÉTODOS: Setenta e três pacientes de um centro de referência no tratamento da epilepsia foram submetidos à avaliação neuropsiquiátrica. Foram colhidos dados clínicos e sociodemográficos, sendo utilizados os seguintes instrumentos: entrevista clínica estruturada (MINI-PLUS) para diagnóstico psiquiátrico conforme o DSM-IV, HAM-D e BDI. RESULTADOS: No momento da entrevista, 27,4% dos pacientes estavam deprimidos e 37% preenchiam critérios para diagnóstico de depressão maior ao longo da vida. A análise da curva ROC indicou que o ponto de corte em 16 (> 16) para o BDI (sensibilidade de 94,4%, especificidade de 90,6%) e em 16 (> 16) para a HAM-D (sensibilidade de 95%, especificidade de 75,5%) representou dicotomização ótima entre deprimidos e não deprimidos. Ambos os instrumentos apresentaram um valor preditivo negativo superior a 95%. CONCLUSÃO: A frequência de depressão maior é elevada em pacientes com epilepsia. BDI e a HAM-D podem auxiliar o clínico na identificação da depressão associada à epilepsia, diminuindo seu subdiagnóstico.
Palavra-chave Epilepsy
depression
diagnosis
Hamilton Depression Rating Scale
Beck Depression Inventory
Epilepsia
depressão
diagnóstico
Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton
Inventário de Depressão de Beck
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 60, n. 2, p. 131-134, 2011.
ISSN 0047-2085 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Extensão 131-134
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852011000200008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0047-20852011000200008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6211

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0047-20852011000200008.pdf
Tamanho: 201.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta