Suporte familiar, crenças irracionais e sintomatologia depressiva em estudantes universitários

Suporte familiar, crenças irracionais e sintomatologia depressiva em estudantes universitários

Título alternativo Family support, irrational beliefs and depressive symptomatology among undergraduation students
Soporte familiar, creencias irracionales y sintomatología depresiva en estudiantes universitarios
Autor Lemos, Valdir de Aquino Autor UNIFESP Google Scholar
Baptista, Makilim Nunes Autor UNIFESP Google Scholar
Carneiro, Adriana Munhoz Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The present study aimed to verify the relations between the perception of family support, depressive symptoms and irrational beliefs. The sample included 377 volunteers of a university of São Paulo with mean age of 20,69 years (SD= 2,29) and with a prevalence of women (68,2%), that answered to the Inventário de Percepção de Suporte Familiar - IPSF, the Inventário de Depressão de Beck-BDI and the Escala de Crenças Irracionais - ECI. The results showed correlations between the IPSF with BDI and ECI, indicating that higher scores on the perception of family support implied less depressive symptoms and lower number of irrational beliefs of the subjects. Correlations between BDI and ECI were also found, indicating that highest scores on irrational beliefs indicated higher scores on depression symptoms, according to the literature.

Este estudio tuvo como objetivo verificar las relaciones entre soporte familiar, sintomatología depresiva y creencias irracionales. Participaron en el estudio 377 voluntarios de una universidad del Estado de São Paulo, con edad media de 20,69 años (DP= 2,29) y prevalencia del sexo femenino (68,2%), que respondieron al Inventario de Percepción de Soporte Familiar - IPSF, el Inventario de Depresión de Beck - BDI y la Escala de Creencias Irracionales - ECI. Los resultados indicaron correlaciones entre el IPSF con el BDI y el ECI, indicando que, cuanto mayor la percepción de soporte familiar, menores son los resultados de síntomas depresivos y de creencias irracionales. Correlaciones entre BDI y ECI también fueron encontradas, indicando que, cuanto mayor el número de creencias irracionales, mayores los síntomas depresivos, lo que va al encuentro de los datos de la literatura.

Este estudo teve como objetivo verificar as relações entre suporte familiar, sintomatologia depressiva e crenças irracionais. Participaram do estudo 377 voluntários de uma universidade do Estado de São Paulo, com idade média de 20,69 anos (DP= 2,29) e prevalência do sexo feminino (68,2%), que responderam ao Inventário de Percepção de Suporte Familiar - IPSF, o Inventário de Depressão de Beck - BDI e a Escala de Crenças Irracionais - ECI. Os resultados indicaram correlações entre o IPSF com o BDI e o ECI, indicando que, quanto maior a percepção de suporte familiar, menores são os escores de sintomas depressivos e de crenças irracionais. Correlações entre BDI e ECI também foram encontradas, indicando que, quanto maior o número de crenças irracionais, maiores os sintomas depressivos, o que vai ao encontro dos dados da literatura.
Palavra-chave Family
Family relations
Depression
Irrational beliefs
Família
Relações familiares
Depressão
Crenças irracionais
Idioma Português
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Psicologia: Ciência e Profissão. Conselho Federal de Psicologia, v. 31, n. 1, p. 20-29, 2011.
ISSN 1414-9893 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Federal de Psicologia
Extensão 20-29
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932011000100003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1414-98932011000100003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6190

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1414-98932011000100003.pdf
Tamanho: 1.194MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta