Avaliação do processamento auditivo em crianças nascidas pré-termo

Avaliação do processamento auditivo em crianças nascidas pré-termo

Título alternativo Auditory processing evaluation in children born preterm
Autor Gallo, Julia Autor UNIFESP Google Scholar
Dias, Karin Ziliotto Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Azevedo, Marisa Frasson de Autor UNIFESP Google Scholar
Sousa, Elaine Colombo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To verify the performance of children born preterm on auditory processing evaluation, and to correlate the data with behavioral hearing assessment carried out at 12 months of age, comparing the results to those of auditory processing evaluation of children born full-term. METHODS: Participants were 30 children with ages between 4 and 7 years, who were divided into two groups: Group 1 (children born preterm), and Group 2 (children born full-term). The auditory processing results of Group 1 were correlated to data obtained from the behavioral auditory evaluation carried out at 12 months of age. The results were compared between groups. RESULTS: Subjects in Group 1 presented at least one risk indicator for hearing loss at birth. In the behavioral auditory assessment carried out at 12 months of age, 38% of the children in Group 1 were at risk for central auditory processing deficits, and 93.75% presented auditory processing deficits on the evaluation. Significant differences were found between the groups for the temporal order test, the PSI test with ipsilateral competitive message, and the speech-in-noise test. The delay in sound localization ability was associated to temporal processing deficits. CONCLUSION: Children born preterm have worse performance in auditory processing evaluation than children born full-term. Delay in sound localization at 12 months is associated to deficits on the physiological mechanism of temporal processing in the auditory processing evaluation carried out between 4 and 7 years.

OBJETIVO: Verificar o desempenho de crianças nascidas pré-termo na avaliação do processamento auditivo, correlacioná-lo com os dados da avaliação comportamental da audição realizada aos 12 meses, e compará-lo com os resultados da avaliação do processamento auditivo de crianças nascidas a termo. MÉTODOS: Participaram 30 crianças, com idades entre 4 e 7 anos, que foram divididas em Grupo 1 (nascidas pré-termo) e Grupo 2 (nascidas a termo). Os resultados da avaliação do processamento auditivo do Grupo 1 foram correlacionados com os dados da Avaliação Comportamental da Audição realizada aos 12 meses. Foi realizada comparação dos resultados obtidos nos dois grupos. RESULTADOS: Os indivíduos do Grupo 1 apresentaram pelo menos um indicador de risco para alteração auditiva ao nascimento. Em avaliação comportamental da audição, realizada aos 12 meses, 38% das crianças do Grupo 1 apresentaram risco para alteração auditiva central, e 93,75% apresentaram alteração do processamento auditivo. Houve diferença entre os grupos para os resultados dos testes de ordenação temporal, PSI com competição ipsilateral e fala com ruído. Verificou-se associação entre o atraso da habilidade de localização sonora e a alteração do mecanismo de processamento temporal. CONCLUSÃO: Crianças nascidas pré-termo apresentam pior desempenho do que crianças nascidas a termo na avaliação do processamento auditivo. Há associação entre o atraso da habilidade de localização sonora aos 12 meses e a alteração do mecanismo fisiológico de processamento temporal na avaliação do processamento auditivo entre 4 e 7 anos.
Palavra-chave Hearing tests
Speech perception
Auditory perception
Term birth
Infant
premature
Testes auditivos
Percepção da fala
Percepção auditiva
Prematuro
Nascimento a termo
Idioma Português
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 23, n. 2, p. 95-101, 2011.
ISSN 2179-6491 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 95-101
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2179-64912011000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2179-64912011000200003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6172

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2179-64912011000200003.pdf
Tamanho: 342.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta