Associação entre polimorfismo SLC6A3 3 UTR VNTR e a resposta ao tratamento da dependência de nicotina

Associação entre polimorfismo SLC6A3 3 UTR VNTR e a resposta ao tratamento da dependência de nicotina

Título alternativo Association between polymorphism SLC6A3 3 UTR VNTR and response to treatment of nicotine dependence
Autor Focchi, Gustavo Rubino de Azevedo Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Ismael Dale Cotrim Guerreiro da Autor UNIFESP Google Scholar
Scivoletto, Sandra Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: To evaluate the association between response to treatment of nicotine dependence with bupropion and the presence of the polymorphism SLC6A3 3 UTR VNTR, in the gene that codifies the dopaminergic transporter. Method: A hundred patients were treated in the Nicotine Dependence Outpatient Clinic of the Institute of Psychiatry, University of São Paulo Medical School. All patients were male, diagnosed as nicotine dependents and had no other diseases. All received bupropion until 300 mg a day for 12 weeks, combined with cognitive-behavioral group therapy. The Fagerström Scale was applied at the beginning and at the end of treatment. Cigarette cessation was evaluated in the last week of treatment and one month later. Patients had 10 ml blood extracted and genotiped for SLC6A3 3 UTR VNTR polymorphism. Results: There was no association between cigarettes cessation and the presence of polymorphism. Conclusion: More studies are needed to assess whether the presence of polymorphism SLC6A3 3 UTR VNTR could be associated with a better response to treatment of nicotine dependence.

Objetivo: Avaliar a associação entre a resposta ao tratamento da dependência de nicotina com bupropiona e a presença do polimorfismo SLC6A3 3 UTR VNTR, localizado no gene que codifica o transportador dopaminérgico. Método: Foram acompanhados no Ambulatório de Tabagismo do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP 100 pacientes do sexo masculino com diagnóstico de dependência de nicotina, sem outras patologias. Todos receberam bupropiona até 300 mg ao dia por 12 semanas, associada à terapia cognitivo-comportamental em grupo. A Escala de Fagerström foi aplicada no início e no final do tratamento, e avaliou-se a parada do uso de cigarros na última semana de tratamento e um mês após. Os pacientes tiveram 10 ml de sangue colhidos e genotipados para a existência do polimorfismo SLC6A3 3 UTR VNTR. Resultados: Não foi encontrada associação entre cessação do uso de cigarro e presença do polimorfismo. Conclusão: São necessários mais estudos para avaliar se a presença do polimorfismo SLC6A3 3 UTR VNTR estaria relacionada à melhor resposta ao tratamento da dependência de nicotina.
Palavra-chave Dependence
nicotine
withdrawal
polymorphism
Dependência
nicotina
abstinência
polimorfismo
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 60, n. 4, p. 259-265, 2011.
ISSN 0047-2085 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Extensão 259-265
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852011000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0047-20852011000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6169

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0047-20852011000400005.pdf
Tamanho: 123.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta