Health technology assessment in Brazil: what do healthcare system players think about it?

Health technology assessment in Brazil: what do healthcare system players think about it?

Título alternativo Avaliação de tecnologias em saúde no Brasil: o que os atores do sistema de saúde pensam a respeito?
Autor Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Soárez, Patricia Coelho de Google Scholar
Zucchi, Paola Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVES: The health technology assessment (HTA) process has been developed locally. The aim of this study was to describe, analyze and compare the opinions of participants in international health economics symposia about the HTA process used in Brazil. DESIGN AND SETTING: Observational cross-sectional study at the 2006 and 2008 International Health Economics Symposia, in São Paulo. METHODS: A structured questionnaire was applied. For the statistical analysis, the percentage distribution for each category was calculated, and variables were compared using tests for two-sample proportion hypotheses. RESULTS: Totals of 153 and 74 participants answered the 2006 and 2008 surveys, respectively. The response rate was better for the 2006 survey (67.1%) than for the 2008 survey (31.8%). Most interviewees were between the ages of 30 and 49 years and were managers in the healthcare system. Most of them considered that the current HTA process was incomplete and unable to meet the needs of the healthcare system. They mentioned the government, academia and experts as the three main groups of people who should be involved in the process, and selected efficiency/effectiveness, safety and disease relevance as the three main criteria to be considered in the HTA process. There is a trend towards developing decentralized regionalized HTA processes, with separate assessment and decision-making for the public and private systems. CONCLUSIONS: The HTA concept is well known. Healthcare system players feel that the process has methodological limitations. Additional surveys are needed to track the HTA process and its application in Brazil.

CONTEXTO E OBJETIVOS: O processo de avaliação de tecnologias em saúde (ATS) tem sido desenvolvido localmente. O objetivo deste estudo foi descrever, analisar e comparar as opiniões dos participantes dos simpósios internacionais de economia da saúde sobre o processo de ATS utilizado no Brasil. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo observacional transversal, realizado nos Simpósios Internacionais de Economia da Saúde de 2006 e 2008, em São Paulo. MÉTODOS: Um questionário estruturado foi aplicado. A análise estatística calculou a distribuição percentual de cada categoria e comparou as variáveis com teste de hipóteses de proporções de duas amostras. RESULTADOS: Um total de 153 e 74 participantes responderam às pesquisas de 2006 e 2008, respectivamente. A taxa de resposta foi melhor na pesquisa de 2006 (67,1%) do que na pesquisa de 2008 (31,8%). A maioria dos entrevistados estava entre 30 e 49 anos e era composta de gestores do sistema de saúde. A maioria considerou o atual processo de ATS incompleto e incapaz de satisfazer as necessidades do sistema de saúde. Entrevistados mencionaram o governo, academia e especialistas como os três principais grupos de pessoas que deveriam estar envolvidos no processo, e eficiência/efetividade, segurança e relevância da doença como os três principais critérios a serem considerados no processo de ATS. Existe a tendência de desenvolvimento de um processo de ATS descentralizado e regionalizado com avaliações e decisões separadas para o sistema público e privado. CONCLUSÕES: O conceito ATS é conhecido. Os atores do sistema de saúde acham que o processo tem limitações metodológicas. Pesquisas adicionais são necessárias para acompanhar o processo de ATS e sua aplicação no Brasil.
Palavra-chave Technology assessment, biomedical
Health facility administrators
Decision making, organizational
Health services administration
Health policy
Avaliação da tecnologia biomédica
Administradores de instituições de saúde
Tomada de decisões gerenciais
Administração de serviços de saúde
Política de saúde
Idioma Inglês
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em FERRAZ, Marcos Bosi; SOAREZ, Patricia Coelho de; ZUCCHI, Paola. Health technology assessment in Brazil: what do healthcare system players think about it?. Sao Paulo Med. J., São Paulo , v. 129, n. 4, p. 198-205, 2011
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 198-205
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802011000400002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000295795700002
SciELO S1516-31802011000400002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6164

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802011000400002.pdf
Tamanho: 171.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta