Satisfação profissional de enfermeiros do Trabalho no Brasil

Satisfação profissional de enfermeiros do Trabalho no Brasil

Título alternativo Job satisfaction of nurses working in Brazil
Satisfacción profesional de enfermeros del Trabalho en el Brasil
Autor Chaves, Lilian Doris Google Scholar
Ramos, Laís Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Figueiredo, Elisabeth Niglio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To know if nurses working in Brazil are satisfied with the exercise of their practice and what factors are associated with it. METHODS: Exploratory cross-sectional study of 130 nursing professionals from the five Brazilian regions. We collected demographic data and administered the Job Satisfaction Scale of Occupational Stress Indicator (OSI), at three times during the period of August 2006 to March 2007. RESULTS: The five aspects of the OSI associated with job satisfaction were: relationship with others in the organization in which one works, the type (content) of the work performed, degree of motivation felt about one's work, degree of job security and current level of flexibility and freedom one believes s/he has at work. CONCLUSION: Professional satisfaction presents in a significantly different manner between genders, referring to the fact that professionals have different perceptions of their work. In the women, the importance and degree of concern about job security was evident. In the men, the predominant motivation was participation in important decisions, and the flexibility and freedom at work.

OBJETIVO: Conocer si los enfermeros del Trabajo suman la satisfacción al ejercicio de su práctica y cuáles son los factores que se asocian a ella. MÉTODOS: Estudio exploratorio de corte transversal que abarcó a 130 profesionales de empresas de las cinco regiones brasileñas. Fueron recolectados datos sociodemográficos siendo aplicada la Escala de Satisfacción en el Trabajo del Occupational Stress Indicator (OSI), en tres momentos del período de agosto del 2006 a marzo del 2007. RESULTADOS: Los cinco aspectos del OSI, asociados a la satisfacción profesional fueron: relaciones con otras personas de la empresa donde trabaja; contenido del trabajo que hace; grado de motivación que siente por su trabajo; grado de seguridad en el empleo actual y grado de flexibilidad y libertad que juzga tener en el trabajo. CONCLUSIÓN: La satisfacción profesional presenta diferenciación significativa entre los sexos, remitiendo al hecho de que los profesionales poseen diferentes percepciones de su trabajo. En las enfermeras, fue evidente la importancia y la preocupación con el grado de seguridad en el empleo. En el grupo masculino, predominó la motivación, la participación en decisiones importantes, la flexibilidad y libertad en el trabajo.

OBJETIVO: Conhecer se enfermeiros do Trabalho somam a satisfação ao exercício da sua prática e quais são os fatores que a ela se associam. MÉTODOS: Estudo exploratório de corte transversal abrangendo 130 profissionais de empresas das cinco regiões brasileiras. Foram coletados dados sociodemográficos e foi aplicada a Escala de Satisfação no Trabalho do Occupational Stress Indicator (OSI), em três momentos do período de agosto de 2006 a março de 2007. RESULTADOS: Os cinco aspectos do OSI, associados à satisfação profissional foram: relacionamento com outras pessoas da empresa onde trabalha; conteúdo do trabalho que faz; grau de motivação sentido por seu trabalho; grau de segurança no emprego atual e grau de flexibilidade e liberdade que julga ter no trabalho. CONCLUSÃO: A satisfação profissional apresenta diferenciação significante entre os sexos, remetendo ao fato de que os profissionais possuem percepções diferentes de seu trabalho. Nas enfermeiras, foi evidente a importância e a preocupação com o grau de segurança no emprego. No grupo masculino, predominou a motivação, a participação em decisões importantes, a flexibilidade e liberdade no trabalho.
Palavra-chave Occupational health nursing
Job satisfaction
Personal satisfaction
Occupational health
Enfermagem do trabalho
Satisfação no emprego
Satisfação pessoal
Saúde do trabalhador
Idioma Português
Data de publicação 2011-01-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 24, n. 4, p. 507-513, 2011.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 507-513
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002011000400010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000295020300010
SciELO S0103-21002011000400010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6143

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002011000400010-en.pdf
Tamanho: 628.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0103-21002011000400010-pt.pdf
Tamanho: 223.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta