Fatores associados ao histórico de quedas de idosos assistidos pelo Programa de Saúde da Família

Fatores associados ao histórico de quedas de idosos assistidos pelo Programa de Saúde da Família

Título alternativo Factors associated with the history of falls of elderly assisted by the Family Health Program
Autor Ricci, Natalia Aquaroni Autor UNIFESP Google Scholar
Gonçalves, Daniele de Faria Figueiredo Google Scholar
Coimbra, Ibsen Bellini Google Scholar
Coimbra, Arlete Maria Valente Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Paulista
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Resumo This study aims at identifying the sociodemographic, clinical-functional and psycho-cognitive factors associated with the history of falls of community-dwelling elderly individuals assisted by Programa Saúde da Família (PSF - Family Health Program). The sample comprised 96 elderly subjects equally divided into three groups according to the report of falls that occurred during the past year, as follows: without falls, one fall or recurrent falls. There were no significant differences between groups in relation to sociodemographic data. The non-faller group presented less complaints about pain (p=0.012) and dizziness (p=0.003), and less near-falls reports (p=0.003) when compared to the faller groups. Besides, it presented better mobility (p<0.001) and functional capacity (p<0.001) in comparison with the same groups. In the psycho-cognitive assessment, recurrent fallers showed higher depressed mood score (p=0.009) and higher cognitive impairment score (p=0.040) compared to non-fallers. The occurrence of falls must be considered a significant agent that negatively affects elders' life. This is why its causative as well as impeditive factors must be accurately identified, so that professionals can effectively prevent falls or their debilitating consequences.

Este estudo tem como objetivo identificar os fatores sociodemográficos, clínico-funcionais e psicocognitivos associados ao histórico de quedas de idosos saudáveis. A amostra foi constituída por 96 idosos divididos igualmente em três grupos de acordo com o histórico de quedas ocorrido no último ano (sem queda, uma queda e quedas recorrentes). Não houve diferença entre os grupos quanto aos dados sociodemográficos. Os idosos do grupo sem quedas apresentaram menor queixa de dor (p = 0,012) e de tontura (p = 0,003), melhor mobilidade (p < 0,001), capacidade funcional (p < 0,001) e menor relato de quase quedas (p = 0,003) quando comparados aos idosos dos grupos com histórico de quedas. Na avaliação psicocognitiva os idosos com quedas recorrentes revelaram maior escore para humor deprimido (p = 0,009) e maior déficit cognitivo (p = 0,040) do que os sem quedas. As quedas interferem de forma negativa na vida do idoso, motivo da importância de identificação dos fatores protetores e potencializadores deste evento. Com o reconhecimento desses fatores é possível que os profissionais possam prevenir as quedas ou as consequências debilitantes causadas por sua ocorrência.
Palavra-chave Aged
Falls
Family Health Program
Older adults' health
Idoso
Quedas
Programa de saúde da família
Saúde do idoso
Idioma Português
Data de publicação 2010-12-01
Publicado em Saúde e Sociedade. Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública., v. 19, n. 4, p. 898-909, 2010.
ISSN 0104-1290 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Extensão 898-909
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902010000400016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000286322000016
SciELO S0104-12902010000400016 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6097

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-12902010000400016.pdf
Tamanho: 240.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta