Avaliação da técnica de epifisiodese temporária com o uso das placas de Sherman: resultados preliminares

Avaliação da técnica de epifisiodese temporária com o uso das placas de Sherman: resultados preliminares

Título alternativo Evaluation of the temporary epiphysiodesis procedure using the sherman plate: preliminary results
Autor Pinto, Jose Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Christiano, Eduardo Suñe Autor UNIFESP Google Scholar
Sanchez, Gustavo Tadeu Autor UNIFESP Google Scholar
Blumetti, Francesco Camara Autor UNIFESP Google Scholar
Dobashi, Eiffel Tsuyoshi Autor UNIFESP Google Scholar
Pinto, Bruno Luis Moraes Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Nove de Julho de São Paulo Medicina
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the preliminary results of a technique using temporary epiphysiodesis plates using a Sherman plate in the treatment of disorders and deformities of the lower limbs. METHODS: We retrospectively reviewed 27 patients who underwent temporary epiphysiodesis of the distal femur or proximal tibia with Sherman plates, comprising 28 procedures. The mean age at surgery was 11.2 years (3-15 years). The two-hole plates were made of steel alloy and had a central hole to be used as a guide. The fixation was performed with two 3.5 mm cannulated screws. Indications for treatment were the angular deviations of the lower limbs in valgus (n = 10), varus (n = 2) and mixed (n = 1), limb length discrepancy (n = 9), and the flexion contracture of the knee (n = 5). RESULTS: The mean follow-up period was 11.78 months (± 4.07). We observed only one adverse event (migration of the implant) in a patient who underwent anterior epiphysiodesis of the distal femur for the correction of knee flexion. There were no cases of equipment failure or premature physeal closure. CONCLUSION: The temporary epiphysiodesis procedure using the Sherman plates proved to be easy to execute and was involved with a low rate of complications and lower cost than similar titanium implants. Because it is a procedure with low morbidity, this surgical technique may be indicated for a wide age range and for a variety of disorders of the immature skeleton.

OBJETIVO: Avaliar os resultados preliminares da técnica de epifisiodese temporária utilizando-se as placas de Sherman no tratamento de distúrbios e deformidades dos membros inferiores. MÉTODOS: Foram avaliados, retrospectivamente, 27 pacientes submetidos à epifisiodese temporária do fêmur distal ou tíbia proximal com as placas de Sherman, em um total de 28 procedimentos. A idade média no momento da cirurgia foi de 11,2 anos (3-15 anos). Os implantes de dois furos eram confeccionados em liga de aço e apresentavam um orifício central para ser utilizado como guia. A fixação foi feita com dois parafusos canulados de 3,5mm. As indicações para o tratamento foram os desvios angulares dos membros inferiores em valgo (n = 10), varo (n = 2) e mistos (n = 1); discrepância do comprimento dos membros (n = 9); e contratura em flexo do joelho (n = 5). RESULTADOS: O tempo médio de seguimento foi de 11,78 meses (±4,07). Observamos apenas um evento adverso (migração do implante) em um paciente submetido à epifisiodese anterior do fêmur distal para correção de flexo de joelho. Não houve nenhum caso de quebra do material ou fechamento fisário prematuro. CONCLUSÃO: A técnica de epifisiodese temporária com o uso das placas de Sherman mostrou ser de fácil execução e esteve envolvida com um baixo índice de complicações e custo inferior aos implantes similares em titânio. Por ser um procedimento de baixa morbidade, pode ser indicado em uma ampla faixa etária e para uma grande variedade de distúrbios do esqueleto imaturo.
Palavra-chave Growth Plate
Surgical Procedures, Operative
Joint Deformities, Acquired
Genu Valgum
Genu Varum
Child
Lâmina de Crescimento
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios
Deformidades Articulares Adquiridas
Geno Valgo
Geno Varo
Criança
Idioma Português
Data de publicação 2010-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 45, p. 40-44, 2010.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 40-44
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162010000700008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162010000700008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6091

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-36162010000700008.pdf
Tamanho: 1.882MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta