Índice orientador do tratamento sistêmico da gravidez ectópica íntegra com dose única de metotrexato

Índice orientador do tratamento sistêmico da gravidez ectópica íntegra com dose única de metotrexato

Título alternativo Index for the systemic treatment of unruptured ectopic pregnancy with a single dose of methotrexate
Autor Elito Junior, Julio Autor UNIFESP Google Scholar
Reichmann, André Autor UNIFESP Google Scholar
Nakamura, Mary Uchiyama Autor UNIFESP Google Scholar
Camano, Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A prospective study was performed with 42 patients with unruptured ectopic pregnancy, which intended to elaborate an index to orient the systemic treatment with the administration of a single intramuscular dose of methotrexate (50 mg/m²). Patients were monitored with beta-hCG titers on days 1, 4 and 7 after the methotrexate. When the titers of beta-hCG declined more than 15%, between days 4 and 7 after methotrexate, the patients were discharged and had an outpatient follow-up monitored with beta-hCG titers weekly until the titers were less than 5 mIU/ml, which represents success of the treatment. We prepared an index for the systemic treatment with methotrexate, with five parameters: (1) initial titers of beta-hCG; (2) aspects of the image at ultrasound (hematosalpinx, gestational sac, live embryo); (3) size of the mass; (4) free fluid in cul-de-sac; (5) collor doppler. Each parameter received a grade from 0 to 2. Grade 0 represented bad prognosis, favorable parameters received grade 2 and borderline parameters received grade one. The success rate with a single dose of methotrexate was 69.0% (29/42). The color doppler was performed in 20 of the 42 patients; in this group of 20 patients the success rate was 75.0% (15/20). In the 22 patients who were not submitted to the color doppler, the average grade of the score in the successful cases was 6.6, and in the unsuccessful it was 3.1. In the group who underwent the doppler (20 patients) the average was 7.9 in the successful cases and 4.2 in the cases that failed. In the present study the cut-off grade was 5, for most of the patients with grades above 5 had a successful treatment (15/16 - 93.75%), while grades equal or below 5 failed. The score will help to indicate the best cases for the medical treatment. We do not advise the treatment when the grade is equal or below 5. Therefore, we can predict a good evolution of the treatment when the grade is above five.

Foi realizado estudo longitudinal em 42 pacientes com diagnóstico de gravidez ectópica íntegra, com o intuito de se elaborar um índice orientador do uso sistêmico de metotrexato em dose única (50 mg/m²) por via intramuscular. O acompanhamento se fez através de dosagens de beta-hCG (fração beta do hormônio gonadotrópico coriônico) realizadas no 1º, 4º e 7º dias após o emprego do quimioterápico. Quando ocorreu queda de 15% ou mais nos títulos de beta-hCG, apurados no 4º e no 7º dia, as pacientes receberam alta hospitalar e seguimento ambulatorial com dosagens semanais de beta-hCG até que se atingissem níveis inferiores a 5 mUI/ml. Foi elaborado um índice orientador do tratamento sistêmico com metotrexato baseado nos seguintes parâmetros: (1) valores iniciais de beta-hCG; (2) aspecto da imagem à ultra-sonografia (hematossalpinge, anel tubário, embrião vivo); (3) maior diâmetro da massa anexial; (4) quantidade de líquido livre; (5) fluxo vascular medido por meio do doppler colorido. Cada parâmetro recebeu pontuação de 0 a 2. A nota zero significa elemento de mau prognóstico, a nota dois indica parâmetros favoráveis e a nota um, situações intermediárias. O índice de sucesso com dose única foi de 69,0% (29/42 pacientes). A ultra-sonografia transvaginal com doppler colorido foi realizada em 20 das 42 pacientes do estudo. Neste grupo de 20 pacientes o sucesso do tratamento ocorreu em 75,0% dos casos (15/20). Entre as 22 pacientes que não foram avaliadas com doppler colorido a média das notas do índice nos casos de sucesso foi de 6,6, nas de insucesso 3,1. No grupo de pacientes avaliadas por doppler (20 pacientes) as médias foram de 7,9 (sucesso) e 4,2 (fracasso). No presente estudo a nota de corte foi estabelecida levando-se em conta o valor abaixo do qual o tratamento não foi efetivo e correspondeu a cinco, pois 93,75% das pacientes com nota superior a 5 evoluíram com sucesso (15/16), ao passo que notas inferiores ou iguais a cinco estiveram todas relacionadas com o fracasso do tratamento. O índice orientador ajuda-nos a indicar os melhores casos para o tratamento medicamentoso. Não o aconselhamos, portanto, quando a nota for inferior ou igual a cinco; por outro lado, podemos predizer boa evolução do tratamento, quando a nota for superior a cinco.
Palavra-chave Ectopic pregnancy
Methotrexate
Chemotherapy
Gravidez Ectópica
Metotrexato
Quimioterapia
Idioma Português
Data de publicação 1998-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 20, n. 3, p. 127-135, 1998.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 127-135
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72031998000300002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72031998000300002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/605

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72031998000300002.pdf
Tamanho: 271.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta