Adesão a um Programa de Triagem Auditiva Neonatal

Adesão a um Programa de Triagem Auditiva Neonatal

Título alternativo Adherence to a Neonatal Hearing Screening Program
Autor Françozo, Maria de Fátima de Campos Google Scholar
Masson, Gabriela Abrahão Google Scholar
Rossi, Tereza Ribeiro de Freitas Google Scholar
Lima, Maria Cecília Marconi Pinheiro Google Scholar
Colella-Santos, Maria Francisca Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Neonatal hearing screening programs have been developed worldwide. Since 2002, the newborns from the Center for Integral Assistance to Women's Health at UNICAMP have been referred to hearing screening at the Center for Studies and Research on Rehabilitation Prof. Dr. Gabriel Porto. Nevertheless, not all newborns come to the screening and others drop out before the procedures are completed. The goal of this research was to characterize the newborns' adherence rates to the Neonatal Hearing Screening Program. A retrospective investigation was carried out, collecting data on the records of all cases screened from February to November of 2007. A total of 2107 infants were referred to hearing screening and 1310 actually came. Among those who failed the test (92 infants), 73 returned for the retest with the use of BAEP. The adherence rate in the first stage of the screening was 62.17% and, in the second, 79.34%. These rates are bellow the ones recommended by the JCIH as well as bellow those reached by hearing screening programs of some developed countries. However, they are similar to other Brazilian experiences of neonatal hearing screening programs. A close follow up of the families of those infants who failed the first stage of the screening, as well as the orientation given to them about early detection of hearing loss and its consequences, may have contributed to the increase in the adherence rate in the second stage of the screening.

A Triagem Auditiva Neonatal tem se efetivado mundialmente como meio para detecção precoce da surdez. Na Unicamp, desde 2002, os recém-nascidos na maternidade do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher são agendados para a triagem auditiva no Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Prof. Dr. Gabriel Porto. No entanto, nem todos vêm para a triagem e alguns abandonam o processo de avaliação antes do diagnóstico. O objetivo desta pesquisa foi caracterizar as taxas de adesão de lactentes ao Programa de Triagem Auditiva Neonatal. Tratou-se de pesquisa que utilizou dados contidos nos prontuários dos lactentes que efetuaram a triagem no período de fevereiro a novembro de 2007. Permaneceram no alojamento conjunto do CAISM 2107 lactentes e vieram para a triagem 1310. Dentre aqueles que não passaram na triagem (92 lactentes), realizaram o exame de PEATE-A 73 lactentes. A adesão na primeira etapa da triagem foi de 62,17%, e na segunda, 79,34%. As taxas de adesão são inferiores às preconizadas pelo Joint Comittee on Infant Hearing e encontradas em alguns países desenvolvidos. No entanto, aproximam-se de outras experiências brasileiras de programas de triagem auditiva neonatal. O acompanhamento sistemático às famílias dos lactentes que não passaram na primeira avaliação e a conscientização destas sobre a detecção precoce da perda auditiva e suas consequências podem ter contribuído para o aumento da taxa de adesão na segunda etapa da triagem.
Palavra-chave Neonatal screening
Infant
Hearing loss
Adherence
Triagem neonatal
Lactente
Perda auditiva
Adesão
Idioma Português
Financiador Fundação do Desenvolvimento Administrativo (FUNDAP)
Data de publicação 2010-12-01
Publicado em FRANCOZO, Maria de Fátima de Campos et al . Adesão a um Programa de Triagem Auditiva Neonatal. Saude soc., São Paulo , v. 19, n. 4, p. 910-918, dez. 2010
ISSN 0104-1290 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Extensão 910-918
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902010000400017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000286322000017
SciELO S0104-12902010000400017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6047

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-12902010000400017.pdf
Tamanho: 108.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta