Prevalência e caraterísticas das quedas de idosos institucionalizados

Prevalência e caraterísticas das quedas de idosos institucionalizados

Título alternativo Prevalence and features of falls of institutionalized elders
Prevalencia y características de las caídas de ancianos institucionalizados
Autor Ferreira, Denise Cristina De Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Yoshitome, Aparecida Yoshie Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This retrospective study seeks to check the prevalence of falls in older people from a long-term care institution for elderly people, in São Paulo, to describe the fallers and the events. We analyzed 121 medical records and 87 fall reports, between August 2006 and August 2007. There were 114 falls suffered by 45 ancians, a prevalence of 37,2%. The majority of fallers are women, average age 83,75 years. We found recurrent falls, various diagnoses and polipharmacy. The majority occurred in own height, in their bedroom, producing mainly hematomas. There is a need of implementation of fall preventive guidelines, due to the importance of this issue and its repercussions to the functional status of the institutionalized elderly.

Estudio descriptivo retrospectivo con objetivo de verificar la prevalencia de las caídas en adultos mayores residentes en un hogar para ancianos; describir los ancianos y las caídas. Analizamos 121 prontuarios y 87 informes de caídas, entre agosto de 2006 y agosto de 2007. Fueron encontradas 114 caídas sufridas por 45 ancianos, una prevalencia de 37,2%. La mayoría de los que cayeron eran mujeres, con edad promedia de 83,75 años. Fueron encontradas caídas repetidas, gran parte ocurrieron de la propia altura, en la habitación, generando hematomas. Los ancianos presentaban vários diagnósticos médicos y polifarmacia.. Apuntamos la necesidad de implantación de la prevención de caídas, debido a la importancia del problema y sus repercusiones para la capacidad funcional del anciano institucionalizado.

Trata-se de estudo retrospectivo para verificar prevalência de quedas em residentes de Instituição de Longa Permanência para Idosos, em São Paulo, caracterizar os idosos caidores e descrever os eventos. Analisamos 121 prontuários e 87 relatórios de quedas, entre agosto de 2006 e agosto de 2007. Encontramos 114 quedas sofridas por 45 idosos, prevalência de 37,2%. Dentre os caidores, a maioria era mulher, média de idade 83,75 anos. Encontramos quedas recorrentes, a maioria se deu da própria altura, no quarto do idoso, gerando como consequência principal hematomas. Os residentes apresentavam diversos diagnósticos médicos e polifarmácia. Destacamos a necessidade da implementação de protocolos para prevenção de quedas, em vista da magnitude do problema e repercussões para capacidade funcional do idoso institucionalizado.
Palavra-chave Aged
Homes for the aged
Accidental falls
Geriatric nursing
Idoso
Instituição de longa permanência para idosos
Acidentes por quedas
Enfermagem geriátrica
Idioma Português
Data de publicação 2010-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Enfermagem. Associação Brasileira de Enfermagem, v. 63, n. 6, p. 991-997, 2010.
ISSN 0034-7167 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Enfermagem
Extensão 991-997
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672010000600019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-71672010000600019 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6044

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-71672010000600019.pdf
Tamanho: 67.00KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta