Hemodinâmica sistêmica e função ventricular esquerda de ratos hipertensos tornados diabéticos

Hemodinâmica sistêmica e função ventricular esquerda de ratos hipertensos tornados diabéticos

Título alternativo Systemic hemodynamic and left ventricular function of diabetic-induced hypertensive rats
Autor Cesaretti, Mário Luís Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Ginoza, Milton Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro, Artur Beltrame Autor UNIFESP Google Scholar
Kohlmann Junior, Osvaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciências Fisiológicas
Resumo OBJECTIVE: To analyze the effects of type-1 diabetes mellitus (DM1) induction on systemic hemodynamic and ventricular function of normotensive and hypertensive rats. MATERIALS AND METHODS: DM1 was induced by streptozotocin in Wistar rats (WST), borderline hypertensive rats (BHR) and spontaneously hypertensive rats (SHR). The systemic hemodynamic was evaluated by thermodilution and ventricular function by Langendorff preparation. RESULTS: DM1-induction increased tail arterial pressure of WST and BHR. DM1 also increased total peripheral resistance in WST and decrease in cardiac output stroke volume in WST and BHR. Systolic function indexes were reduced and ventricular stiffness increased in all WST-diabetic rats. All of these effects were more prominent on diabetic WST rats. CONCLUSION: The DM1 in rats was accompanied by important changes in both systolic and diastolic heart function leading to significant changes in the systemic hemodynamics that were not significantly enhanced by hypertension.

OBJETIVO: Avaliar a indução do diabetes melito tipo 1 (DM1) na hemodinâmica sistêmica e função ventricular de ratos normotensos e hipertensos. MATERIAIS E MÉTODOS: O DM1 foi induzido por estreptozotocina em ratos Wistar (WST), borderline hypertensive rats (BHR) e spontaneously hypertensive rats (SHR). A hemodinâmica sistêmica foi avaliada por termodiluição e a função ventricular, pela preparação de Langendorff. RESULTADOS: A indução de DM1 produziu aumento na pressão arterial de WST e BHR. O DM1 determinou aumento na resistência periférica total no grupo WST e diminuição do débito cardíaco e do volume sistólico nos grupos WST e BHR. Índices de função sistólica foram reduzidos e a rigidez ventricular, apenas nos ratos WST diabéticos. Todos esses efeitos foram mais proeminentes nos ratos WST diabéticos. CONCLUSÃO: O DM1 foi acompanhado por importantes alterações nas funções sistólica e diastólica, levando a uma diminuição nos valores hemodinâmicos sistêmicos que não foram alterados pela hipertensão arterial.
Palavra-chave Diabetes mellitus, experimental
hypertrophy, left ventricular
ventricular function, left
hemodynamics
Diabetes melito experimental
hipertrofia ventricular esquerda
função ventricular esquerda
hemodinâmica
Idioma Português
Data de publicação 2010-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 54, n. 9, p. 842-851, 2010.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 842-851
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000900011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000286868900011
SciELO S0004-27302010000900011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6029

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302010000900011.pdf
Tamanho: 1.353MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta