A ruptura do cotidiano em casos de escorregamento de massa: Estudo de caso sobre a catástrofe de 1967 em Caraguatatuba/ SP

A ruptura do cotidiano em casos de escorregamento de massa: Estudo de caso sobre a catástrofe de 1967 em Caraguatatuba/ SP

Author Pereira, Isadora Leonel Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Galvani, Débora Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Em 1967, a cidade de Caraguatatuba sofreu com uma terrível catástrofe, conhecida como tromba d’água, que deixou um expressivo número de mortos e desaparecidos. O rio que corta a cidade transbordou partindo-a ao meio, deixando os moradores isolados. O evento alertou para a importância de se atentar às mudanças abruptas no cotidiano de comunidades expostas ou que vivenciaram situações de desastres ambientais. O objetivo da pesquisa foi compreender, mediante análise de relatos orais, as consequências da ruptura cotidiana imposta por desastres ambientais, tendo como referência a catástrofe de 1967 em Caraguatatuba. A metodologia utilizada foi histórica e retrospectiva, inspirada no método da história oral de vida, com recorte temporal específico. Realizou-se três entrevistas. Após a análise dos dados, foi possível estabelecer os elementos considerados como ruptura do cotidiano, sendo possível também refletir acerca da atuação de terapeutas ocupacionais em desastres ambientais. Diante disso, pode-se dizer que os desastres interferem em todos os níveis da vida cotidiana alterando completamente as rotinas e projetos de vida. Ademais, aponta-se a necessidade de fortalecimento do debate sobre Terapia Ocupacional e meio ambiente no Brasil.

In 1967, the city of Caraguatatuba suffered from a terrible catastrophe known as the waterspout, leaving a significant number of dead and missing. The river that cuts through the city overflowed, splitting it in half, leaving residents isolated. From this event, it is understood the importance of paying attention to the abrupt changes in daily life to which communities are exposed in situations of natural disasters. The objective of the research was to understand, through analysis of oral reports, the consequences of the daily rupture imposed by a landslide, having as reference the 1967 catastrophe in Caraguatatuba. The methodology used was retrospective based on the oral life history method, with a specific time frame. After analyzing the interview data, it was possible to establish the elements considered as a break from everyday life, and it is also possible to think about the professional's performance. Therefore, it can be said that natural disasters interfere in all levels of daily life, completely changing the routines and projects of life. And there is a need to strengthen the debate on Occupational Therapy and the environment in Brazil.
Keywords Ruptura cotidiana
Catástrofe
Escorregamento de massa
Terapia ocupacional
Daily disruption
Catastrophe
Mass slip
Occupational therapy
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Sponsor Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Date 2021-02-08
Published in PEREIRA, Isadora Leonel. A ruptura do cotidiano em casos de escorregamento de massa: Estudo de caso sobre a catástrofe de 1967 em Caraguatatuba/ SP. 2021. 29f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2021.
Knowledge area Ciências sociais e humanas em saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 29 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60142

Show full item record




File

Name: A ruptura do co ... ofe 1967 Caraguatatuba.pdf
Size: 810.9Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account