Monoallelic thyroid peroxidase gene mutation in a patient with congenital hypothyroidism with total iodide organification defect

Monoallelic thyroid peroxidase gene mutation in a patient with congenital hypothyroidism with total iodide organification defect

Título alternativo Mutação monoalélica no gene da tireoperoxidase em paciente com hipotireoidismo congênito com defeito total de incorporação de iodeto
Autor Neves, Solange Caires Google Scholar
Mezalira, Paola Rossi Google Scholar
Dias, Vera M. A. Google Scholar
Chagas, Antonio J. Google Scholar
Viana, Maria Google Scholar
Targovnik, Hector Google Scholar
Knobel, Meyer Google Scholar
Medeiros-neto, Geraldo Google Scholar
Rubio, Ileana Gabriela Sanchez de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Medicina
Universidad de Buenos Aires Facultad de Farmacia y Bioquímica
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of this study was to identify the genetic defect of a patient with dyshormonogenetic congenital hypothyroidisms (CH) with total iodide organification defect (TIOD). A male child diagnosed with CH during neonatal screening. Laboratory tests confirmed the permanent and severe CH with TIOD (99% perchlorate release). The coding sequence of TPO, DUOX2, and DUOXA2 genes and 2957 base pairs (bp) of the TPO promoter were sequenced. Molecular analysis of patient's DNA identified the heterozygous duplication GGCC (c.1186_1187insGGCC) in exon 8 of the TPO gene. No additional mutation was detected either in the TPO gene, TPO promoter, DUOX2 or DUOXA2 genes. We have described a patient with a clear TIOD causing severe goitrous CH due to a monoallelic TPO mutation. A plausible explanation for the association between an autosomal recessive disorder with a single TPO-mutated allele is the presence of monoallelic TPO expression.

O objetivo deste estudo foi identificar defeitos genéticos em paciente com hipotireoidismo congênito (HC) por disormonogênese e defeito total de incorporação de iodeto (DIIT). Neonato do sexo masculino com HC diagnosticado pelo rastreamento neonatal. Exames clínicos e radiológicos confirmaram que o paciente apresentava HC severo e permanente com DIIT (teste de perclorato: 99%). A região codificadora dos genes TPO, DUOX2, DUOXA2 e 2957 pares de bases (pb) do promotor de TPO foram sequenciados. No paciente foi identificada a duplicação em heterozigose GGCC no éxon 8 do gene TPO (c.1186_1187insGGCC). Nenhuma outra mutação foi localizada nos genes TPO, incluindo o promotor, DUOX2 ou DUOXA2. Descrevemos paciente com grave defeito de organificação de iodeto, provocando HC severo com bócio, em consequência de uma única mutação monoalélica no gene TPO. A expressão monoalélica no tecido tireoideano explicaria a associação de uma doen­ça autossômica recessiva com uma única mutação monoalélica.
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2010-11-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 54, n. 8, p. 732-737, 2010.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 732-737
Fonte http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302010000800012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000286690400012
SciELO S0004-27302010000800012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/6004

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302010000800012.pdf
Tamanho: 1.130MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta