Revisão sistemática sobre os efeitos da reabilitação vestibular em adultos de meia-idade e idosos

Revisão sistemática sobre os efeitos da reabilitação vestibular em adultos de meia-idade e idosos

Título alternativo A systematic review about the effects of the vestibular rehabilitation in middle-age and older adults
Autor Ricci, Natalia Aquaroni Autor UNIFESP Google Scholar
Aratani, Mayra Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Doná, Flávia Autor UNIFESP Google Scholar
Macedo, Camila Autor UNIFESP Google Scholar
Caovilla, Heloisa Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Fernando Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Carlos Departamento de Fisioterapia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Bandeirante de São Paulo
Resumo OBJECTIVE: To summarize the results of clinical trials on vestibular rehabilitation (VR) in middle-aged and elderly people with vestibular disorders. METHODS: A search for relevant trials was performed in the databases LILACS, EMBASE, MEDLINE, SciELO, Cochrane, ISI Web of Knowledge and virtual libraries of theses and dissertations. Randomized controlled trials published in the last 10 years and written in English, Portuguese or Spanish were included. The methodological quality of the studies was assessed by the PEDro scale. Results from the included studies were analyzed through a critical review of content. RESULTS: Nine studies were included in the review. Four studies reported on participants aged over 40 years (middle-aged and elderly) and five studies consisted exclusively of elderly subjects (over 60 years). Findings of vestibular dysfunction were diverse and the most common complaints were body imbalance or postural instability (3 studies), and vertigo or dizziness (3 studies). The Visual Analogue Scale (VAS) was the most commonly used instrument to assess subjective perception of symptoms of vestibular dysfunction (4 studies). According to the PEDro scale, four studies were considered to be of good quality. The most common experimental intervention was the Cawthorne & Cooksey protocol (4 studies). For most outcome measures, the studies comparing VR with another type of intervention showed no differences between the groups after the therapy. CONCLUSIONS: The studies included in this review provide evidence for the positive effects of VR in elderly and middle-aged adults with vestibular disturbances.

OBJETIVO: Sistematizar os resultados de ensaios clínicos sobre reabilitação vestibular (RV) em indivíduos de meia-idade e idosos com distúrbios vestibulares. MÉTODOS: A busca de publicações sobre a RV em indivíduos com distúrbios vestibulares foi realizada nas bases de dados LILACS, EMBASE, MEDLINE, SciELO, Cochrane, ISI Web of Knowledge e bibliotecas virtuais de teses e dissertações. Foram selecionados ensaios clínicos aleatórios e controlados dos últimos 10 anos em língua inglesa, portuguesa e espanhola. A qualidade metodológica dos estudos foi avaliada pela escala PEDro. A análise dos resultados dos estudos foi feita por meio de revisão crítica dos conteúdos. RESULTADOS: Nove estudos foram revisados na íntegra, sendo a faixa etária dos participantes acima de 40 anos (n=4) e composta exclusivamente por idosos (n=5). Os achados de disfunção vestibular foram diversificados, sendo os mais comuns queixa de desequilíbrio corporal ou instabilidade postural (n=3) e queixa de vertigem ou tontura (n=3). A Escala Visual Analógica (EVA) foi o instrumento mais utilizado para avaliar a percepção subjetiva da sintomatologia da disfunção vestibular (n=4). A escala PEDro revelou que quatro dos artigos apresentaram delineamento de boa qualidade para a condução do estudo experimental. A proposta de intervenção mais utilizada foi o protocolo de Cawthorne & Cooksey (n=4). Os estudos que compararam a RV com outro tipo de intervenção não apresentaram, na maioria dos desfechos analisados, diferença entre os grupos após a terapia. CONCLUSÃO: Estudos aleatorizados controlados disponibilizaram evidências de efeitos positivos da RV em idosos e adultos de meia-idade com distúrbios vestibulares.
Palavra-chave vestibular diseases
rehabilitation
older adults
tontura
doenças vestibulares
reabilitação
idosos
Idioma Inglês
Português
Data de publicação 2010-10-01
Publicado em Brazilian Journal of Physical Therapy. Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia , v. 14, n. 5, p. 361-371, 2010.
ISSN 1413-3555 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Extensão 361-371
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552010000500003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000285510900003
SciELO S1413-35552010000500003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5986

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-35552010000500003.pdf
Tamanho: 224.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta