Miniesternotomia na cirurgia de revascularização miocárdica preserva função pulmonar pós-operatória

Miniesternotomia na cirurgia de revascularização miocárdica preserva função pulmonar pós-operatória

Título alternativo Ministernotomy in myocardial revascularization preserves postoperative pulmonary function
Autor Guizilini, Solange Autor UNIFESP Google Scholar
Bolzan, Douglas Willian Autor UNIFESP Google Scholar
Faresin, Sonia M. Autor UNIFESP Google Scholar
Alves, Francisco A. Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, Walter José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição OSS-SPDM Hospital Geral de Pirajussara
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: In coronary artery bypass graft (CABG) surgery, the need to perform a midsternotomy has been considered a factor for the decrease in postoperative pulmonary function. OBJECTIVE: To prospectively evaluate early postoperative (PO) pulmonary function in patients submitted to off-pump CABG, comparing the conventional midsternotomy with the ministernotomy approach. METHODS: A total of 18 patients were evaluated and assigned to the two groups: Group Conventional Midsternotomy (CMS, n=10) and Group Ministernotomy (MS, n=8). Spirometric results of the forced vital capacity (FVC) and the Forced Expiratory Volume in one second (FEV1) were obtained on the 1st, 3rd and 5th PO days and the arterial gasometry was obtained before and on the 1st PO day. The pulmonary shunt percentage and the pain score were also assessed. RESULTS: When compared in terms of percentage of the preoperative value, the FVC was higher in the MS group than in the CMS group on the 1st, 3rd and 5th PO days (p<0.001). Similar results were obtained for FEV1. The recovery of the FVC between the 1st and the 5th PO days was higher in the MS than in the CMS group (p=0,043). The PaO2 decreased on the 1st PO day in both groups (p<0.05), with a higher decrease in the CMS group (p=0.002). The shunt increased in the two groups on the 1st PO day (p<0.05); however, it was lower in the MS group (p=0.02). The reported pain score was lower and the duration of the hospital stay was shorter in the MS group. CONCLUSION: Patients submitted to CABG by MS present better preservation and recovery of pulmonary function than those submitted to CMS.

FUNDAMENTO: Na cirurgia de revascularização miocárdica (RM), a necessidade da esternotomia mediana tem sido considerada um fator para a redução de função pulmonar pós-operatória. OBJETIVO: Avaliar prospectivamente a função pulmonar no pós-operatório (PO) precoce de pacientes submetidos à RM sem circulação extracorpórea (CEC), comparando a esternotomia mediana convencional com a miniesternotomia. MÉTODOS: Foram estudados 18 pacientes e alocados em dois grupos: Grupo esternotomia mediana convencional (EMC, n=10) e Grupo miniesternotomia (ME, n=8). Registros espirométricos da capacidade vital forçada (CVF) e do volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) foram obtidos antes e no 1º, 3º e 5º dias de PO, e a gasometria arterial, antes e no 1º dia de PO. Também foram avaliados o percentual do shunt pulmonar e o escore de dor. RESULTADOS: Quando comparados em percentual do valor do pré-operatório, a CVF foi maior no grupo ME do que no grupo EMC no 1º, 3º e 5º dias de PO (p<0,001). Resultados similares foram encontrados para o VEF1. A recuperação da CVF entre o 1º e o 5º dia de PO foi maior no grupo EM do que no grupo EMC (p=0,043). A PaO2 diminuiu no 1º dia de PO em ambos os grupos (p<0,05), com maior queda no grupo EMC (p=0,002). O shunt aumentou nos dois grupos no 1º dia de PO (p<0,05), porém foi menor no grupo ME (p=0,02). A dor referida e a permanência hospitalar foram menores no grupo ME. CONCLUSÃO: Pacientes submetidos à cirurgia de RM por miniesternotomia apresentaram melhor preservação e recuperação da função pulmonar que os submetidos à esternotomia mediana.
Palavra-chave Sternotomy
myocardial revascularization surgery
pulmonary function
internal thoracic artery
Esternotomia
cirurgia de revascularização do miocárdio
função pulmonar
artéria torácica interna
Idioma Português
Data de publicação 2010-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 95, n. 5, p. 587-593, 2010.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 587-593
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2010005000137
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0066-782X2010001500005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5967

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X2010001500005.pdf
Tamanho: 1.485MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta