Ultraestrutura do nervo facial intratemporal em pacientes com paralisia facial idiopática: estudo de evidências de infecção viral

Ultraestrutura do nervo facial intratemporal em pacientes com paralisia facial idiopática: estudo de evidências de infecção viral

Título alternativo Intratemporal facial nerve ultrastructure in patients with idiopathic facial paralysis: viral infection evidence study
Autor Florez, Rosangela Aló Maluza Autor UNIFESP Google Scholar
Lang, Raquel Google Scholar
Veridiano, Adriano Mora Autor UNIFESP Google Scholar
Zanini, Renato De Oliveira Google Scholar
Calió, Pedro Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Simões, Ricardo Dos Santos Google Scholar
Testa, Jose Ricardo Gurgel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Santa Cecília faculdade de odontologia
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The etiology of idiopathic peripheral facial palsy (IPFP) is still uncertain; however, some authors suggest the possibility of a viral infection. AIM: to analyze the ultrastructure of the facial nerve seeking viral evidences that might provide etiological data. MATERIAL AND METHODS: We studied 20 patients with peripheral facial palsy (PFP), with moderate to severe FP, of both genders, between 18-60 years of age, from the Clinic of Facial Nerve Disorders. The patients were broken down into two groups - Study: eleven patients with IPFP and Control: nine patients with trauma or tumor-related PFP. The fragments were obtained from the facial nerve sheath or from fragments of its stumps - which would be discarded or sent to pathology exam during the facial nerve repair surgery. The removed tissue was fixed in 2% glutaraldehyde, and studied under Electronic Transmission Microscopy. RESULTS: In the study group we observed an intense repair cellular activity by increased collagen fibers, fibroblasts containing developed organelles, free of viral particles. In the control group this repair activity was not evident, but no viral particles were observed. CONCLUSION: There were no viral particles, and there were evidences of intense activity of repair or viral infection.

A etiologia da paralisia facial periférica idiopática (PFPI) ainda é uma incógnita, no entanto, alguns autores aventam a possibilidade de ser uma infecção viral. OBJETIVO: Analisar a ultraestrutura do nervo facial procurando evidências virais que possam nos fornecer dados etiológicos. MATERIAL E MÉTODO: Foram estudados 20 pacientes com PFP, com graus de moderado a severo, de ambos os sexos, entre 18-60 anos, provenientes de Ambulatório de Distúrbios do Nervo Facial. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Estudo, onze pacientes com PFPI e Controle, nove pacientes com Paralisia Facial Periférica Traumática ou Tumoral. Foram estudados fragmentos de bainha do nervo facial ou fragmentos de seus cotos, que durante a cirurgia de reparação do nervo facial, seriam desprezados ou encaminhados para estudo anatomopatológico. O tecido foi fixado em glutaraldeído 2% e analisado em Microscopia Eletrônica de Transmissão. RESULTADO: Observamos no grupo estudo atividade celular intensa de reparação com aumento de fibras colágenas, fibroblastos com organelas desenvolvidas, isentos de partículas virais. No grupo controle esta atividade de reparação não foi evidente, mas também não foram observadas partículas virais. CONCLUSÃO: Não foram encontradas partículas virais, no entanto, houve evidências de intensa atividade de reparação ou infecção viral.
Palavra-chave Facial paralysis
Facial nerve
Facial nerve diseases
Bell palsy
Doenças do nervo facial
Facial
Paralisia de bell
Paralisia facial
Idioma Português
Data de publicação 2010-10-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 76, n. 5, p. 639-642, 2010.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 639-642
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942010000500017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000293576000017
SciELO S1808-86942010000500017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5960

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1808-86942010000500017-en.pdf
Tamanho: 738.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1808-86942010000500017-pt.pdf
Tamanho: 792.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta