Avaliação da evolução da área das valvas mitral e tricúspide fetal com ultrassonografia tridimensional

Avaliação da evolução da área das valvas mitral e tricúspide fetal com ultrassonografia tridimensional

Título alternativo Assessment of the fetal mitral and tricuspid valves areas development by three-dimensional ultrasonography
Autor Rolo, Liliam Cristine Autor UNIFESP Google Scholar
Nardozza, Luciano Marcondes Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Araujo Júnior, Edward Autor UNIFESP Google Scholar
Simioni, Christiane Autor UNIFESP Google Scholar
Zamith, Marina Maccagnano Autor UNIFESP Google Scholar
Moron, Antonio Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to evaluate the areas of the atrioventricular valves (tricuspid and mitral) of normal fetuses by the use of three-dimensional ultrasound (3DUS) and the spatiotemporal image correlation (STIC) method. METHODS: a cross-sectional study was conducted on 141 women between the 18th and the 33rd week of pregnancy. Cardiac volumes were measured with a volumetric transabdominal transducer attached to the Voluson 730 Expert equipment. The four chamber plane was used as reference, with the region of interest (ROI) positioned from the ventricles, and the area of the valves was obtained manually. To determine the correlation of the areas with gestational age, scatter plots were constructed and the Pearson correlation coefficient (r) was calculated. Means, medians, standard deviations (SD) and maximum and minimum values were calculated. The simple linear regression model was used to determine reference ranges of valve areas according to the gestational age by the Altman method, with the level of significance set at p<0.05. To calculate the intraobserver reproducibility, we used the intraclass correlation coefficient (ICC) and the Bland-Altman graph. RESULTS: the mitral and tricuspid valve areas were correlated to the gestational age (r=0.80 for the tricuspid and r=0.79 for the mitral valve) and the mean value of the tricuspid and mitral valves increased from 0.22±0.10 cm² and 0.23±0.10 cm² on the 18th week to 0.92±0.29 cm² and 1.08±0.41 cm² on the 33rd of pregnancy, respectively. The intraobserver reproducibility resulted in an ICC=0.993 (95%CI 0.987; 0.996) and the mean difference was 0.01 cm² (SD±0.2 cm² and CI95%±0.4 cm²). CONCLUSION: reference intervals for the areas of the mitral and tricuspid valve between the 18th and the 33rd week of gestation were determined and proved to be highly reproducible.

OBJETIVO: avaliar as áreas das válvulas atrioventriculares (tricúspide e mitral) de fetos normais por meio da ultrassonografia tridimensional (US3D) utilizando o método STIC (spatiotemporal image correlation). MÉTODOS: realizou-se estudo de corte transversal com 141 mulheres entre a 18ª e a 33ª semana de gestação. As medidas dos volumes cardíacos foram obtidas por um transdutor volumétrico transabdominal acoplado ao aparelho Voluson 730 Expert. Utilizou-se como referência o plano de quatro câmaras com a ROI (região de interesse) posicionada a partir dos ventrículos, sendo a área das valvas delimitada manualmente. Para conhecer a correlação das áreas valvulares com a idade gestacional, foram construídos diagramas de dispersão e calculou-se o coeficiente de correlação de Pearson (r). Foram calculadas médias, medianas, desvios padrão (DP), valores máximo e mínimo. Para se determinar intervalos de referência das áreas valvulares em função da idade gestacional, seguiu-se o modelo de regressão linear simples, utilizando o método de Altman, com nível de significância de p<0,05. Para o cálculo da reprodutibilidade intraobservador, utilizou-se o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) e o gráfico de Bland-Altman. RESULTADOS: as áreas valvulares tricúspide e mitral se correlacionaram com a idade gestacional (r=0,80 para a tricúspide e r=0,79 para a mitral), sendo que a média aumentou da válvula tricúspide e mitral, respectivamente, de 0,22±0,10 cm² e de 0,23±0,10 cm² na 18º semana para 0,92±0,29 cm² e para 1,08±0,41 cm² na 33º semana de gestação. A reprodutibilidade intraobservador resultou em CCI=0,993 (IC95% 0,987; 0,996), com diferença média de 0,01 cm² (DP±0,2 cm² e IC95%±0,4 cm²). CONCLUSÃO: intervalos de referência para a área das valvares mitral e tricúspide entre a 18ªe a 33ª semana de gestação foram determinados pela US3D e se mostraram altamente reprodutíveis.
Palavra-chave Fetal heart
Pregnancy
Heart valves
Reference ranges
Imaging, three-dimensional
Coração fetal
Gestação
Valvas cardíacas
Valores de referência
Imagem tridimensional
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 32, n. 9, p. 426-432, 2010.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 426-432
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032010000900003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032010000900003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5931

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032010000900003.pdf
Tamanho: 422.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta