Patterns of alcohol use among Brazilian adolescents

Patterns of alcohol use among Brazilian adolescents

Título alternativo Padrões de uso de álcool entre adolescentes brasileiros
Autor Pinsky, Ilana Autor UNIFESP Google Scholar
Sanches, Marcos Google Scholar
Zaleski, Marcos Autor UNIFESP Google Scholar
Laranjeira, Ronaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Caetano, Raul Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Ipsos Reid
University of Texas SouthWestern
Resumo OBJECTIVE: To describe patterns of alcohol consumption by adolescents in Brazil. METHOD: From November 2005 to April 2006, a sample composed of 661 subjects aged between 14 to 17 years was rigorously selected in Brazil using a multistage probabilistic method to represent the profile of the adolescent Brazilian population. RESULTS: 34% of Brazilian adolescents drink alcoholic beverages. The mean age of drinking initiation was 14 years of age. Older adolescents, as well as those living in the southern part of Brazil, those who are not attending school and those who are working, and black individuals and those with personal income reported a higher frequency of drinking. Socio-demographic factors such as gender, income bracket, family income and student status do increase the amount of alcohol consumed. Males report a higher frequency of binge drinking than females. Moreover, more than half of the males that had drunk in the previous year reported having engaged in binge drinking on at least one occasion. Beer represents approximately half of all the drinks consumed by adolescents. There was no significant difference between genders in the kind of alcohol consumed. DISCUSSION: Among adolescents who drink, the consumption of several drinks is frequent. Alcohol consumption varies from region to region, social economic status (including self-generated income) and age. These findings are discussed in light of their importance for the development of alcohol prevention policies in Brazil.

OBJETIVO: Apresentar um panorama nacional sobre o padrão de consumo de bebidas alcoólicas entre adolescentes no Brasil. MÉTODO: Amostra rigorosamente selecionada em procedimento probabilístico em múltiplos estágios em todo o território brasileiro, de novembro de 2005 a abril de 2006, representando um perfil da população adolescente brasileira, composta por 661 sujeitos entre 14-17 anos. RESULTADOS: 34% dos adolescentes brasileiros bebem. A idade média de início da experimentação de bebidas alcoólicas foi de 14 anos. Adolescentes mais velhos, habitando a região Sul, que não estudam, que trabalham, de cor negra e que têm rendimento próprio apresentaram maior frequência de consumo. A quantidade usual consumida varia de acordo com sexo, classe social, renda familiar e o fato de estudar ou não. Os jovens do sexo masculino se destacam por apresentarem um percentual bem maior do beber em binge quando comparados com as jovens e mais da metade dos adolescentes do sexo masculino que bebem o fizeram em binge em pelo menos em uma ocasião. Aproximadamente metade das doses consumidas por adolescentes é de cerveja ou chope. Com relação aos gêneros, não foi detectada diferença significativa entre tipos de bebida. DISCUSSÃO: O consumo de altas doses é frequente entre os adolescentes. Os padrões de consumo dos adolescentes apresentam variações em relação a região, estrato social, rendimentos próprios e idade. Os achados têm importância para o estabelecimento de políticas nacionais.
Assunto Alcohol drinking
Adolescent
Epidemiology
Social class
Brazil
Consumo de bebidas alcoólicas
Adolescente
Epidemiologia
Classe social
Brasil
Idioma Inglês
Financiador Secretaria Nacional de Politicas sobre Drogas (SENAD)
Número do financiamento SENAD: 017/2003
Data 2010-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 32, n. 3, p. 242-249, 2010.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 242-249
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462010005000007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000284200400007
SciELO S1516-44462010000300007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5926

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-44462010000300007.pdf
Tamanho: 1.098Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)