O ensino da Semiologia nas escolas médicas do Estado do Rio de Janeiro

O ensino da Semiologia nas escolas médicas do Estado do Rio de Janeiro

Título alternativo Teaching the Medical Semiology at medical schools in the State of Rio de Janeiro
Autor Midão, Claudia M. de Vasconcellos Google Scholar
Ruiz-Moreno, Lidia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Faculdade de Medicina de Petrópolis
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo In order to describe the teaching of the Medical Semiology the State of Rio de Janeiro, we studied 14 undergraduate medical courses (11 private and 3 public). Using a quantitative and qualitative approach, data were obtained through document analysis of teaching programs, application of a form, and interviews with course coordinators. The objectives and contents of the Medical Semiology were similar between different medical schools, although they adopted different names, positions in the curriculum, and course load. The teaching-learning strategies, didactic resources, and grading or evaluation were also specific to each institution. One of the main difficulties was lack of standardization of practical teaching in basic clinical skills like medical interviews and physical examination, along with the lack of available learning scenarios and lack of integration between teaching, patient care, and research.

Com o objetivo de caracterizar o ensino da Semiologia Médica no Estado do Rio de Janeiro, pesquisamos 14 cursos de graduação, sendo 11 privados e 3 públicos. Mediante abordagem quantitativa e qualitativa, os dados foram obtidos por meio de análise documental dos programas de ensino, aplicação de formulário e entrevista aos coordenadores das disciplinas. Foi observada semelhança entre os objetivos e conteúdos de Semiologia das diferentes escolas de Medicina, apesar de existir diversificação na denominação, inserção curricular e carga horária. As estratégias de ensino-aprendizagem, os recursos didáticos e a avaliação também mostraram especificidade segundo a instituição. A falta de padronização do ensino prático da Semiotécnica foi considerada uma das principais dificuldades, assim como a escassa disponibilidade de cenários de aprendizagem e de integração entre docência, assistência e pesquisa.
Palavra-chave Health Education
Education, Medical
Medical History Taking
Signs and Symptoms
Educação em Saúde
Educação Médica
Anamnese
Sinais e Sintomas
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 34, n. 3, p. 397-405, 2010.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 397-405
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022010000300009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022010000300009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5918

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-55022010000300009.pdf
Tamanho: 271.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta