Necrólise epidérmica tóxica secundária ao uso da citosina-arabinosídeo em dose intermediária

Necrólise epidérmica tóxica secundária ao uso da citosina-arabinosídeo em dose intermediária

Título alternativo Toxic epidermal necrolysis as adverse effect of intermediate dose of cytosine arabinoside
Autor Figueiredo, Maria Stella Autor UNIFESP Google Scholar
Yamamoto, Mihoko Autor UNIFESP Google Scholar
Kerbauy, José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Toxic epidermal necrolysis is a drug-induced dermatologic disease related to Lyell syndrome, erythema multiforme and Stevens-Johnson syndrome. PURPOSE: To report a fatal case of toxic epidermal necrolysis owing to intermediate dose of cytarabine. CASE REPORT: A 16 year-old female patient with acute lymphocytic leukemia (LLA-L1) treated with the Protocol of the Brazilian Group for Treatment of Leukemia of Childwood (GBTLI-85-AR). On the second day after the administration of intermediate dose of cytarabine (1.5g/m² IV every 12 hours for 3 days), she presented bullous lesions in the left buttock that disseminated envolving to necrosis, sepsis, and death on the 13th day. CONCLUSION: Cytarabine is frequently associated with dermatologic toxicity but, until now, there is no other case of toxic epidermal necrolysis described.

A necrólise epidérmica tóxica é afecção dermatológica secundária ao uso de drogas e corresponde à síndrome de Lyell, relacionada ao eritema multiforme e à síndrome de Stevens-Johnson. OBJETIVOS: Relatar um caso de necrólise epidérmica fatal secundária à citosina-arabinosídeo (Ara-C) em dose intermediária. RELATO DE CASO: Paciente do sexo feminino, com 16 anos de idade, portadora de leucemia linfóide aguda - LLA-L1. Iniciou tratamento segundo o protocolo do Grupo Brasileiro de Tratamento da Leucemia Infantil/85, alto risco. Na fase II da indução, após o uso de Ara-C na dose de 1,5g/m², intravenoso, 12/12h x três dias, desenvolveu múltiplas lesões cutâneas bolhosas, que aumentaram rapidamente por progressão das bordas. As bolhas continham secreção serosa, evoluíram para ulceração superficial central, com infecção secundária múltipla. Faleceu por septicemia, no 13º dia após o início do quadro dermatológico. CONCLUSÃO: O Ara-C tem sido relacionado a diversas manifestações de toxicidade dermatológica; no entanto, até o momento, não há relato de necrólise epidérmica tóxica, sendo este o primeiro caso da literatura.
Palavra-chave Citosina-arabinosídeo
Cytarabine
Skin disease -- vesiculobullous
Toxic epidermal necrolysis
Doenças da pele vésico-bolhosas
Eritema acral secundário à quimioterapia
Idioma Português
Data de publicação 1998-03-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 44, n. 1, p. 53-55, 1998.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 53-55
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42301998000100011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42301998000100011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/589

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42301998000100011.pdf
Tamanho: 143.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta