Analysis of sleep characteristics in post-polio syndrome patients

Analysis of sleep characteristics in post-polio syndrome patients

Título alternativo Análise das características do sono em pacientes com síndrome pós-poliomielite
Autor Silva, Tatiana Mesquita E Autor UNIFESP Google Scholar
Moreira, Gustavo Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Quadros, Abrahão Augusto Juviniano Autor UNIFESP Google Scholar
Pradella-Hallinan, Márcia Lurdes de Cássia Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Acary Souza Bulle Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The main post-polio syndrome (PPS) symptoms are new weakness, new atrophy, fatigue, pain and sleep disturbances. Polysomnography is the gold standard for sleep analysis. OBJECTIVE: To analyze sleep patterns in PPS patients. METHOD: Sixty patients (mean age 46.8±11.3 years) at the Federal University of São Paulo (UNIFESP/EPM) complaining of sleep disturbances were evaluated by means of polysomnography, performed at the Sleep Institute. RESULTS: Sleep efficiency was lower due to high sleep latency and arousal index. The apnea and hypopnea index (AHI) and the periodic limb movements (PLM) index were higher. Sleep architecture was also impaired. There were no abnormalities of oxygen saturation, carbon dioxide levels, respiratory rate or heart rate. CONCLUSION: New post-polio sleep disturbances were isolated symptoms. It appears that these symptoms were not due to post-polio features, but rather, that they were due to dysfunction of the surviving motor neurons in the brainstem. Abnormal dopamine production, which is responsible for many sleep-related breathing disorders and abnormal movements, may also have been implicated in the present findings.

Dentre as manifestações clínicas da síndrome pós poliomielite (SPP) destacam-se nova fraqueza, fadiga, dor, nova atrofia e transtornos do sono. A polissonografia de noite inteira permanece sendo padrão ouro para análise do sono e diagnóstico de transtornos do sono. OBJETIVO: Verificar os transtornos de sono nos pacientes com SPP. MÉTODO: 60 pacientes com SPP (media de idade 46,8±11,3 anos), da UNIFESP/EPM,que apresentavam queixas sobre sono realizaram uma noite de polissonografia no Instituto do Sono. RESULTADOS: A eficiência do sono é diminuída em decorrência do aumento da latência do sono e do índice de despertar. O índice de apnéia e hipopnéia (IAH) e o índice de movimentos periódicos dos membros (iPLM) estão aumentados. A arquitetura do sono é prejudicada por essas alterações. Não há alterações da saturação da oxi-hemoglobina, do gás carbônico exalado, da freqüência respiratória e cardíaca. CONCLUSÃO: Novas alterações do sono são sintomas isolados desta população. Parece que esses sintomas não ocorrem devido a outras características da SPP, mas decorrem de disfunções nos neurônios do tronco encefálico e alterações da produção de dopamina que provocam os distúrbios respiratórios do sono e os movimentos periódicos dos membros.
Palavra-chave sleep
polysomnography
post-polio syndrome
sono
polissonografia
síndrome pós-poliomielite
Idioma Inglês
Data de publicação 2010-08-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 68, n. 4, p. 535-540, 2010.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 535-540
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2010000400011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2010000400011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5885

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2010000400011.pdf
Tamanho: 138.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta