Fish consumption, contaminants and sudden unexpected death in epilepsy: many more benefits than risks

Fish consumption, contaminants and sudden unexpected death in epilepsy: many more benefits than risks

Título alternativo Consumo de peixe, contaminantes e morte súbita em epilepsia: mais benefícios do que riscos
Autor Scorza, Fulvio Alexandre Autor UNIFESP Google Scholar
Cysneiros, Roberta Monterazzo Autor UNIFESP Google Scholar
Arida, Ricardo Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Terra, Vera Cristina Google Scholar
Machado, Helio Rubens Google Scholar
Rabello, Gmm. Autor UNIFESP Google Scholar
Albuquerque, Marly de Autor UNIFESP Google Scholar
Cavalheiro, Esper Abrão Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Programa de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo People with epilepsy have an increased risk of dying prematurely and the most common epilepsy-related category of death is sudden unexpected death in epilepsy (SUDEP). SUDEP is mainly a problem for patients with chronic uncontrolled epilepsy. The ultimate goal of research in SUDEP is to develop new methods to prevent it and actions other than medical and surgical therapies that could be very useful. Nutritional aspects, i.e., omega-3 fatty acids deficiency, could have an interesting role in this scenario. Some animal and clinical studies have suggested that omega-3 fatty acids could be useful in the prevention and treatment of epilepsy and hence SUDEP. It has been ascertained that the only foods that provide large amounts of omega-3 are seafood (fish and shellfish); however, some fish are contaminated with methylmercury, which may counteract the positive effects of omega-3 fatty acids. Our update review summarises the knowledge of the role of fish consumption on epilepsy research.

Pessoas com epilepsia têm um risco aumentado de morrer de forma prematura e a causa mais comum de morte relacionada à epilepsia encontra-se na categoria de morte súbita inesperada em epilepsia (SUDEP). SUDEP é um problema significativo para pacientes com epilepsia crônica não controlada. O principal objetivo nas pesquisas em SUDEP é o desenvolvimento de métodos capazes de levar à sua prevenção e ações outras que não medicamentosas e cirúrgicas que podem ser úteis. Os aspectos nutricionais, como por exemplo, a deficiência do ácido graxo ômega-3 pode ter um papel interessante neste cenário. Alguns estudos animais e clínicos têm sugerido que os ácidos graxos ômega-3 podem ser úteis na prevenção e no tratamento da epilepsia e, consequentemente, na SUDEP. Os únicos alimentos que contêm grandes proporções de ômega-3 são os frutos do mar (peixes e mariscos). No entanto, alguns peixes podem estar contaminados com metilmercúrio, o que pode levar a um efeito contrário ao benefício trazido pelos ácidos graxos ômega-3. Aqui, resumimos o conhecimento do papel do consumo de peixe nas pesquisas em epilepsia.
Palavra-chave epilepsy
omega-3
heart
sudden death
fish consumption
epilepsia
ômega-3
coração
morte súbita
consumo de peixe
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2010-08-01
Publicado em Brazilian Journal of Biology. Instituto Internacional de Ecologia, v. 70, n. 3, p. 665-670, 2010.
ISSN 1519-6984 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Instituto Internacional de Ecologia
Extensão 665-670
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842010000300026
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000281182200026
SciELO S1519-69842010000300026 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5883

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1519-69842010000300026.pdf
Tamanho: 159.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta