Determinação da relação potência-duração em exercício com membros superiores

Determinação da relação potência-duração em exercício com membros superiores

Título alternativo Determination of the power-duration relationship in upper-limb exercises
Autor Belasco Junior, Domingos Google Scholar
Oliveira, Fernando R Google Scholar
Neder, José Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Antonio Carlos da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Metodista de São Paulo Faculdade de Saúde
Universidade Federal de Lavras Departamento de Educação Física
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVES: To determine the power-duration relationship in upper limb exercises and to investigate the relationships between parameters derived from this function with physiological indicators of aerobic fitness. METHODS: Ten healthy men (26.2±2.3 years, 75.0±11.8 kg, 178.2±11.5 cm and 15.0±5.7% body fat) performed a ramped test on an arm cycle ergometer with increments of 20 W/min. Subsequently, five tests with constant load were performed until exhaustion, with 70, 80, 90, 95 and 100% difference between VT1 and VO2peak. The critical power (CP) was obtained by means of linearization of the power-duration function. RESULTS: The power-duration relationship was described using an adjusted function (r=0.98±0.02). The VO2 at CP (2.66±0.62 l/min) was higher than VT1 (1.62±0.38 l/min) and VT2 (2.36±0.59 l/min), but lower than VO2peak (3.06±0.62 l/min). The CP workload (103.0±26 W) was significantly different from VT1 (69.5±21 W) and VO2peak workloads (151.0±26.3), but was no different of VT2 (103.5±30.8 W). The association between critical power and aerobic condition indexes were always significant when expressed as VO2 (0.73 to 0.78, p<0.05) and in W (0.83 to 0.91, p<0.05). Determination of CP in upper-limb dynamic exercises is simple and inexpensive, and can be used by physical therapists for prescribing and evaluating upper-limb training programs. CONCLUSIONS: The power-duration relationship in upper-limb exercises can be described by a hyperbolic function and it is associated with physiological indicators of aerobic fitness.

OBJETIVOS: Determinar a relação potência-duração em exercícios de membros superiores (MMSS) e verificar a relação dos parâmetros derivados dessa função com indicadores fisiológicos de aptidão aeróbia. Métodos: Dez homens saudáveis (26,2±2,3 anos, 75,0±11,8 kg, 178,2±11,5 cm e 15,0±5,7% de gordura) realizaram um teste de rampa em cicloergômetro de braço com incrementos de 20 W/min. Posteriormente, cinco testes de carga constante até a exaustão a 70, 80, 90, 95 e 100% da diferença entre LV1 e o VO2pico foram realizados. A potência crítica (PC) foi obtida por meio da linearização da função potência-duração. RESULTADOS: A relação potência-duração foi descrita pela função ajustada (r=0,98±0,02). O VO2 na PC (2,66±0,62 l/min) foi maior do que no LV1 (1,62±0,38 l/min) e LV2 (2,36±0,59 l/min, respectivamente), mas menor do que o VO2pico (3,06±0,62 l/min). A carga da PC (103,0±26,0 W) foi diferente da encontrada em LV1 (69,5±21 W) e VO2pico (151,0±26,3 W), mas não da em LV2 (103,5±30,8 W). A associação entre a PC e esses indicadores de aptidão aeróbia foram todas significantes quando expressas em VO2 (0,73 a 0,78; p<0,05) e em W (0,83 a 0,91; p<0,05). A determinação da PC em exercícios dinâmicos de MMSS é simples e de baixo custo, podendo ser utilizada pelo fisioterapeuta na prescrição e avaliação do treinamento de MMSS. CONCLUSÃO: A relação potência-duração em exercícios com os MMSS pode ser descrita por uma função hiperbólica e está associada a indicadores fisiológicos da aptidão aeróbia.
Palavra-chave critical power
upper limbs
metabolic thresholds
potência crítica
membros superiores
limiares metabólicos
Idioma Português
Data de publicação 2010-08-01
Publicado em Brazilian Journal of Physical Therapy. Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia , v. 14, n. 4, p. 316-321, 2010.
ISSN 1413-3555 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Extensão 316-321
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552010000400008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000282230900008
SciELO S1413-35552010000400008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5837

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-35552010000400008-en.pdf
Tamanho: 156.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1413-35552010000400008-pt.pdf
Tamanho: 154.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta