Adaptações fisiológicas precoces e tardias após valvotomia mitral por cateter balão

Adaptações fisiológicas precoces e tardias após valvotomia mitral por cateter balão

Título alternativo Early and late physiological effects of balloon mitral valvuloplasty
Autor Oliveira Filho, Japy Angelini Autor UNIFESP Google Scholar
Regazzini, Marcelo Autor UNIFESP Google Scholar
Campos Filho, Orlando Autor UNIFESP Google Scholar
Salles, Ana Fátima Autor UNIFESP Google Scholar
Barros Neto, Turibio Leite de Autor UNIFESP Google Scholar
Novo, Neil Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Bocanegra, José Autor UNIFESP Google Scholar
Martinez Filho, Eulogio Emílio Autor UNIFESP Google Scholar
Santos Filho, Dirceu Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate the early and late cardiorespiratory responses after balloon mitral valvuloplasty. METHODS: Nine female patients aged 35±9 years, with mitral stenosis, in class II or III (NYHA) underwent upright ergoespirometric test, resting electrocardiogram and echocardiogram before, 3 to 5 days (early evaluation) and 8 to 12 months (late evaluation) after mitral valvuloplasty. All patients were treated with digitalis and diuretics. RESULTS: During late evaluation, 44% patients were in class II and 56% were in class I (NYHA). The resting heart rate decreased (87±11bpm vs 85±7bpm vs 75±9bpm) and the number of steps increased (4±1 steps vs 5±2 steps vs 6±1 steps); the peak oxygen uptake improved only in the late evaluation (16±3mL/kg/min vs 18±4mL/kg/min vs 22±7mL/kg/min). The anaerobic threshold, minute ventilation (VE) and ventilatory equivalent for oxygen showed no change. The heart rate (1st step: 124±18bpm vs 112±13bpm vs 87±15bpm), O2 uptake (1st step: 10±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min) and VE decreased during submaximal exercise in early and late phases. The mitral valve area decreased in the late evaluation (0.94cm² vs 1.66cm² vs 1.20cm²). CONCLUSION: Although partial restenosis tended to occur in these patients, they improved the functional class and cardiorespiratory performance and cardiocirculatory load during submaximal exercise.

OBJETIVO: Avaliação não invasiva das respostas cardiopulmonares ao exercício a curto e longo prazo após valvotomia mitral por cateter balão. MÉTODOS: Estudaram-se 9 pacientes do sexo feminino, 35±9 anos, com estenose mitral, tipo funcional II ou III, em uso de digitálicos e diuréticos, através de teste ergoespirométrico, eletrocardiograma e ecocardiograma, antes e após valvotomia em fase precoce (3 a 5 dias) e tardia (8 a 12 meses). RESULTADOS: Os pacientes evoluíram para tipo funcional II (44%) ou I (56%), na fase tardia. Houve redução da freqüência cardíaca de repouso (87±11bpm vs 85±7bpm vs 75±9bpm) e elevação do número de estágios (4±1 estágios vs 5±2 estágios vs 6±1 estágios); a capacidade aeróbia máxima aumentou apenas na fase tardia (16±3mL/kg/min vs 18±4mL/kg/min vs 22±7mL/kg/min). O limiar anaeróbio, a ventilação pulmonar e o equivalente ventilatório do O2 permaneceram inalterados. Nas cargas submáximas de exercício ocorreu redução da freqüência cardíaca (estágio I: 124±18bpm vs 112±13bpm vs 87±15bpm), consumo de O2 (estágio I: 10±2mL/kg/min vs 8±2mL/kg/min vs 8±mL/kg/min) e ventilação pulmonar, nas fases precoce e tardia. A área valvar mitral mostrou reduções na fase tardia (0,94cm² vs 1,66cm² vs 1,20cm² ). CONCLUSÃO: Apesar da tendência à reestenose parcial, houve melhora no tipo funcional e no desempenho cardiopulmonar com diminuição da sobrecarga circulatória no exercício submáximo.
Palavra-chave mitral stenosis
mitral valvuloplasty
exercise test
echocardiogram
estenose mitral
valvoplastia mitral
teste ergométrico
ecocardiograma
Idioma Português
Data de publicação 1998-02-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 70, n. 2, p. 81-86, 1998.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 81-86
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X1998000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0066-782X1998000200003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/582

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X1998000200003.pdf
Tamanho: 37.52KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta