Avaliação de um sistema de segunda opinião em radiologia

Avaliação de um sistema de segunda opinião em radiologia

Título alternativo Evaluation of a second opinion system in radiology
Autor Neira, Ricardo Alfredo Quintano Autor UNIFESP Google Scholar
Puchnick, Andrea Autor UNIFESP Google Scholar
Cohrs, Frederico Molina Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes, Paulo Roberto De Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Lederman, Henrique Manoel Autor UNIFESP Google Scholar
Pisa, Ivan Torres Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Zilics Sistemas de Informação em Saúde
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: A second medical opinion can aid in the investigation of a health problem as well as in the definition of the therapeutic approach. The present study is aimed at demonstrating a process of second medical opinion by means of a web-based multispecialty system adapted for radiology. MATERIALS AND METHODS: The system was utilized by 49 residents at Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Brazil, who gave their medical opinion on 52 second opinion requests. Questionnaires were utilized as an evaluation tool. RESULTS: A total of 1704 medical second opinions were evaluated and 514 (29.1%) of them were defined as satisfactory. In 64.4% of cases, the answers of the questionnaires indicated that the images quality did not affect the diagnosis. On average, 6 minutes and 26 seconds was the time required to issue a remote second medical opinion. CONCLUSION: A process of second medical opinion by means of a web-based multispecialty system adapted for radiology has shown to be an excellent tool in the management of therapeutic approaches.

OBJETIVO: A segunda opinião médica pode auxiliar no processo de investigação do problema de saúde de um paciente e na definição da conduta terapêutica. Este trabalho tem por objetivo demonstrar um processo de segunda opinião médica por meio de um sistema web multiespecialidades adaptado para a radiologia. MATERIAIS E MÉTODOS: O sistema foi utilizado por 49 médicos residentes da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), os quais responderam a 52 solicitações de segunda opinião. Como instrumentos de avaliação foram utilizados questionários. RESULTADOS: Foram avaliadas 1.704 respostas de segunda opinião. Deste total, 514 (29,1%) foram definidas como satisfatórias. Em 64,4% as respostas dos questionários indicaram que a qualidade das imagens não comprometeu o diagnóstico. O tempo médio para emitir a segunda opinião remota foi de 6 minutos e 26 segundos. CONCLUSÃO: O processo de segunda opinião médica realizado por intermédio de um sistema web multiespecialidades ajustado para a radiologia pode ser uma excelente ferramenta para o manejo das condutas médicas.
Assunto Telemedicine
Remote consultation
Referral and consultation
Radiology
Imaging diagnosis
Telemedicina
Consulta remota
Referência e consulta
Radiologia
Diagnóstico por imagem
Idioma Português
Data 2010-06-01
Publicado em Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 43, n. 3, p. 179-183, 2010.
ISSN 0100-3984 (Sherpa/Romeo)
Editor Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Extensão 179-183
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842010000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-39842010000300010 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5795

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0100-39842010000300010.pdf
Tamanho: 200.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)