Programas educativos baseados no autogerenciamento: uma revisão integrativa

Programas educativos baseados no autogerenciamento: uma revisão integrativa

Título alternativo Educative programs based on self-management: an integrative review
Programas educativos basados en autogestión: una revisión integrante
Autor Nascimento, Luciana da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Gutiérrez, Maria Gaby Rivero de Autor UNIFESP Google Scholar
De Domenico, Edvane Birelo Lopes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo It was objectified to identify to the definitions and/or explanations on the term self-management in the educative programs that aim at this objective; to describe its educative plans and its results. Integrative review, with 15 published articles (2002 the 2007). The inclusion criteria had been: to contain the term self-management; to contain an educative program for the self-management; to become related it the area of the health of the adult. Self-management means the improvement or acquisition of abilities to solve problems in the scopes biological, social and affective. The review pointed different methodologies of education, however it had predominance of traditional methods, with conceptual contents and of physiopathology nature. The learning was evaluated as favorable, with warnings how much to the application in different populations and contexts and increase of cost of the educative intervention. It was concluded that the research had evidenced the importance of the education for the self-management, but had denoted fragility for not relating the biopsychosocial demands of the chronic patient and for at great length not clarifying the methodologies of used education and evaluation.

Objetivou-se para identificar a las definiciones y/o a las explicaciones en la autogestión del término en los programas educativos que tienen como objetivo este objetivo; para describir sus planes educativos y sus resultados. La revisión de Integradora, con 15 publicó los artículos (2002 el 2007). Los criterios de la inclusión habían sido: para contener la autogestión del término; para contener un programa educativo para la autogestión; para llegar a ser relacionado él el área de la salud del adulto. Autogestión significa la mejora o la adquisición de capacidades de solucionar problemas en los alcances biológicos, sociales y afectivos. Las diversas metodologías señaladas revisión de la educación, no obstante tenía predominio de métodos tradicionales, con el contenido conceptual y de la naturaleza del fisiopatológica. El aprendizaje fue evaluado como favorable, con advertencias cuánto al uso en diversas poblaciones y contextos y al aumento del coste de la intervención educativa. Fue concluido que la investigación había evidenciado la importancia de la educación para la autogestión, pero había denotado la fragilidad para no relacionar las demandas de los biopsicosocial del paciente crónico y para con más detalles no aclarar las metodologías de la educación y de la evaluación usadas.

Objetivou-se identificar as definições e/ou explicações sobre o termo autogerenciamento nos programas educativos que visam este objetivo; descrever seus planos educativos e seus resultados. Revisão integrativa, com 15 artigos publicados (2002 a 2007). Os critérios de inclusão foram: conter o termo autogerenciamento; conter um programa educativo para o autogerenciamento; relacionar-se à área da saúde do adulto. Autogerenciamento significa a melhora ou aquisição de habilidades para solucionar problemas nos âmbitos biológico, social e afetivo. A revisão apontou diferentes metodologias de ensino, porém houve predomínio de métodos tradicionais, com conteúdos conceituais e de natureza fisiopatológica. A aprendizagem foi avaliada como favorável, com advertências quanto à aplicação em diferentes populações e contextos e aumento de custo da intervenção educativa. Concluiu-se que as pesquisas evidenciaram a importância da educação para o autogerenciamento, mas denotaram fragilidade por não relacionarem as demandas biopsicossociais do paciente crônico e por não esclarecerem as metodologias de ensino e avaliação utilizadas detalhadamente.
Palavra-chave Self care
Health education
Chronic disease
Autocuidado
Educação em saúde
Doença crônica
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Revista Gaúcha de Enfermagem. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem, v. 31, n. 2, p. 375-382, 2010.
ISSN 1983-1447 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Extensão 375-382
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472010000200024
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1983-14472010000200024 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5794

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1983-14472010000200024.pdf
Tamanho: 59.22KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta