O transplante cardíaco biatrial deve ainda ser realizado? Metanálise

O transplante cardíaco biatrial deve ainda ser realizado? Metanálise

Alternative title Should biatrial heart transplantation still be performed? A Meta-analysis
Author Locali, Rafael Fagionato Autor UNIFESP Google Scholar
Matsuoka, Priscila Katsumi Autor UNIFESP Google Scholar
Cherbo, Tiago Autor UNIFESP Google Scholar
Gabriel, Edmo Atique Autor UNIFESP Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract As técnicas de transplante cardíaco bicaval e total apresentam melhores resultados que a biatrial, porém esta ainda é considerada o padrão-ouro. O objetivo é determinar se as técnicas de transplante cardíaco bicaval e total são, de fato, melhores que a técnica biatrial. Realizou-se a revisão sistemática com metanálise. Os estudos foram provenientes das bases de dados da Pubmed®, Lilacs®, Web of Science®, Scirus®, Scopus®, Google Acadêmico® e Scielo®, identificados por estratégia sensível. Elegeram-se, para a inclusão, estudos aleatórios e estudos prospectivos e retrospectivos controlados. Parâmetros intra e pós-operatórios foram avaliados. Foram identificados 11.602 estudos, e 36 foram incluídos na revisão. O número de arritmias atriais, insuficiência valvar tricúspide, mortalidade, eventos embólicos, volume de sangramento, necessidade de marcapasso temporário e permanente e o tempo de estada em unidade de terapia intensiva são significativamente menores nas técnicas bicaval e total do que na biatrial. Além disso, variáveis hemodinâmicas como a pressão capilar pulmonar, pressão média de artéria pulmonar e pressão de átrio direito são menores nos transplantes bicaval e total. Os transplantes cardíacos ortotópicos bicaval e total são melhores, em termos de prognóstico, que o biatrial. Portanto, a indicação da técnica biatrial para transplante deve ser a exceção e não a regra.
Keywords Transplante cardíaco
insuficiência cardíaca
metanálise
estudos prospectivos
estudos retrospectivos
Language Portuguese
Date 2010-06-01
Published in Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 94, n. 6, p. 829-840, 2010.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo)
Publisher Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extent 829-840
Origin http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2010000600018
Access rights Open access Open Access
Type Article
SciELO ID S0066-782X2010000600018 (statistics in SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5780

Show full item record




File

Name: S0066-782X2010000600018.pdf
Size: 3.668Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account